Governo Federal pagará auxílio emergencial de R$600 e você pode ter direito ao valor do "coronavoucher"

Você pode ter direito ao auxílio emergencial do Governo Federal durante a pandemia de coronavírus. O projeto garante o pagamento de R$ 600 a pessoas de baixa renda, trabalhadores informais e R$ 1.200 para mães responsáveis pelo sustento da família.

Coronavoucher: R$600 de auxílio emergencial

A intenção da ajuda é amenizar o impacto da crise do coronavírus sobre a situação financeira da população, a qual perdeu ou teve sua renda reduzida. O auxílio foi apelidado de "coronavoucher" e a duração é, inicialmente, de três meses, mas pode ser prolongada. O projeto foi aprovado por unanimidade pelo Senado.
  • Para ser elegível, é preciso ser maior de 18 anos, não ter emprego formal e não receber nenhum benefício previdenciário, assistencial, de seguro-desemprego ou de programas de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa-Família, cujo qual, o beneficiário poderá trocar pela bolsa auxilio no período que estiver vigente.
  • Pessoas de baixa renda também são elegíveis - A renda mensal total de toda a família não pode ser maior do que três salários mínimos, ou a renda per capita (por membro da família) não pode ser maior que meio salário mínimo.
  • Não elegível - Trabalhadores com carteira assinada no regime CLT, funcionários públicos e até trabalhadores com contrato temporário não são elegíveis para pedir o benefício.
Ainda não foi definido o cronograma para o pagamento do auxílio emergencial, e será pago pela Caixa Econômica Federal. Clientes da Caixa deverão receber os depósitos diretamente nas suas contas bancárias. Correntistas e poupadores de outros bancos poderão optar por transferir os valores para suas contas sem a cobrança da transferência, segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Outros bancos também farão o pagamento do auxílio, como o Banco do Brasil e Banco do Nordeste (BND), e as redes conectadas a esses bancos, como Correios e lotéricas servirão de suporte.

Quem recebe o Bolsa Família não pode receber, também, o auxílio emergencial. No entanto, haverá migração para o “coronavoucher” automaticamente quando ele for mais vantajoso do que o Bolsa Família.

Mais de 3.700 beneficiários do Bolsa Família no município de Panelas-PE poderão migrar para o auxílio emergencial, já que recebem menos de 600 reais do programa social.

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético, tenha bom senso, não publique spam.

emo-but-icon

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

A História de Panelas em Literatura de Cordel

A HISTÓRIA DE PANELAS EM VERSO E PROSA  VOU LHES CONTAR UMA HISTÓRIA DE MUITOS ANOS ATRÁS É SOBRE ESTA CIDADE E DE TUDO QUE ELA T...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES