Iluminação pública, transparência, dificuldades de transporte de pacientes e marcação de exames foram pautas no projeto “Cidadania com Vez e Voz”

Município de Panelas vivencia projeto “Cidadania com Vez e Voz” do Ministério Público de Pernambuco. Iluminação pública, transparência, dificuldades de transporte de pacientes e marcação de exames foram pautas.

Projeto “Cidadania com Vez e Voz” do Ministério Público de Pernambuco em Panelas-PE

O município de Panelas vivenciou o projeto cidadania com vez e voz, uma iniciativa do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), e contou com a participação de estudantes, autoridades e membros da sociedade civil panelense.

Na manhã da segunda-feira (1º de julho), foi realizado mais um projeto de escuta da população, desta vez no Município de Panelas. A ação contou com membros do Ministério Público do Recife, além do Promotor de Justiça da comarca de Panelas, Filipe Wesley.

O evento aconteceu no salão do júri no Fórum de Panelas e contou com a presença também de estudantes, professores; autoridades do executivo e legislativo Municipal, como a prefeita Joelma Campos e o presidente da câmara de vereadores, Genilson Lucena; o Secretário de Administração e Assuntos Jurídicos, Sérgio Miranda Filho e a Secretária de Educação, Carine Vilar, também estiveram presentes.

Na ocasião foram abordados temas sociais como: Violência contra a mulher no âmbito doméstico-familiar e Pessoa idosa, a questão das drogas e a atuação do Ministério Público na resolução dessas demandas, também foi enfatizado a importância da denúncia sobre essas demandas sociais ou de interesse público que afetam a coletividade.

Alguns cidadãos que compareceram, tiveram a oportunidade de usar a palavra e levar suas demandas, e algumas denúncias foram apresentadas:
  • Iluminação pública com cobrança indevida na zona rural do município;
  • Problemas de transparência das informações;
  • Dificuldades em relação a transporte de pacientes e marcação de exames médicos na Policlínica Municipal.
Infelizmente a presença da população panelense foi pequena neste evento, contou mais com a presença das autoridades municipais que deram justificativas sobre as reclamações apresentadas:
  • Genilson Lucena, atual presidente do Legislativo Municipal, disse que não tinha conhecimento sobre o problema de transparência apresentado e que tomará as providências a fim de que a câmara possa se adequar as exigências do TCE.
  • O Secretário de assuntos jurídicos da prefeitura, Sérgio Filho, justificou em relação aos exames e disse que a população às vezes faz exames sem haver a devida necessidade. E com relação a cobrança indevida de taxa de iluminação pública a moradores da Zona Rural, disse desconhecer o fato.
O objetivo do projeto “Cidadania com Vez e Voz” do MPPE é realizar uma mobilização social para que seja possível identificar e eleger problemas locais ou setoriais que precisam ser solucionados.

Mais publicações sugeridas para você

Noticias 1799284873835930548

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programa de Prevenção à Dengue, Chikungunya e Zika

O enfrentamento ao Aedes aegypti e às doenças por ele transmitidas é uma das maiores urgências de saúde pública enfrentada pelos governos ...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES