POR UMA PANELAS MELHOR

Que o município está ruim todo mundo já sabe. O rombo no Panelas PREV está gigante, os políticos são os mesmos de sempre, a maioria da p...


Que o município está ruim todo mundo já sabe. O rombo no Panelas PREV está gigante, os políticos são os mesmos de sempre, a maioria da população não tem emprego e a prefeitura continua fazendo uso das contratações temporárias com intuito de burlar o concurso público. Quem está se formando em algum curso superior já sabe que vai ter que sair do município, ficar longe de sua família e das pessoas que ama para arrumar um trabalho. Tudo infelizmente dentro da normalidade, tendo em vista a realidade de muitas cidades que abandonaram a democracia para retornar ao coronelismo e a forma mais baixa de fazer política.

Essa é a realidade e todos a conhecemos a questão agora é: O que fazer para termos uma Panelas melhor? Há quem diga que a mudança consiste apenas na esperança de que as coisas vão mudar um dia se continuarmos repetindo os mesmos erros de sempre. Absurdo! Isso é, em linhas gerais, o discurso da maioria dos políticos de situação. No meu entender, e Albert Eisten não me deixa ficar sozinho quando disse que burrice é fazer a mesma coisa sempre e esperar um resultado diferente, então resta-nos a pergunta do início do parágrafo: O que fazer para ter uma Panelas melhor? Na minha opinião, portanto, devemos fazer tudo diferente do que fizemos até o presente momento, tendo em vista que foram nossas escolhas que nos trouxeram para o fundo do poço e a melhor coisa que se pode fazer quando se está em um buraco é obviamente parar de cavar, por outro lado devemos nos tranquilizar, pois a única saída de quem está no fundo do poço é subir. Então, vamos pra cima!

Os professores, e esse é um dos pontos principais para a mudança que almejamos, devem eleger uma representação na câmara, pois é inaceitável que uma cidade com tantos educadores não tenha nem uma representação no legislativo panelense. Outra mudança necessária é não reeleger nenhum dos capachos sergianistas que não servem para nada, a não ser aplaudir tudo o que o executivo faz, não cumprindo por tanto o principal papel de um edil que é fiscalizar o poder executivo. Apenas com essas duas mudanças já seria possível provocar algo novo e dar uma nova cara a política municipal, mas se quisermos que nossa cidade avance ainda mais precisamos mudar também a nós mesmos, essa mudança de que falo consiste no investimento na própria educação do povo.

Cabe aqui anotar que o investimento do qual eu falo não é um investimento de nenhum governo no cidadão, mas um investimento do cidadão nele mesmo. Outra anotação também se mostra necessária, quando me refiro a educação não estou falando de etiqueta e nem de escolarização (educação escolar), estou falando de leitura de estudo e de cultura, perseguida fora dos bancos escolares e também longe dos olhos dos professores. A escola por obvio é indispensável e necessária para todo cidadão, todavia, devemos buscar conhecimento também nas nossas horas vagas e nos momentos de lazer.

Com cidadão bem educado em todos os sentidos ficaria quase impossível imaginar um político medíocre como Derço, por exemplo, ser eleito num cenário desses. Alguém com repertório e uma musculatura cultural bem desenvolvida, especialmente no tocante aos direitos do cidadão, não trata político como celebridade e nem aplaude quando eles extrapolam os limites da lei ou de sua competência.

Para Panelas ser uma cidade melhor, como podemos perceber, é necessário iniciar a mudança por três pontos:

1- Eleger alguém para representar os professores na câmara;
2- Não reeleger vereador que não cumpre o papel de fiscalizar o executivo;
3- O cidadão entender que precisa se dedicar aos estudos e ao conhecimento dentro e fora da sala de aula.

Apenas com esses pontos já se é possível uma mudança estrutural e de alguma forma apontar um caminho mais seguro, com mais desenvolvimento para nossa tão querida cidade. Mudar a imagem do município que atualmente é conhecida como lugar pequeno, violento e pobre. Se insistirmos numa mudança de postura como essa quem sabe não sejamos conhecidos pelo progresso pelo conhecimento e pela cultura, porque vergonha mesmo é ser conhecido como uma eterna cidade carente. Em outras palavras, precisamos mudar para mudarmos Panelas e termos uma cidade melhor.



Coluna Política // Por Pierre Logan
Advogado, Bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas. Pós-graduando em Direito Processual Civil pela Escola Paulista de Direito. Filósofo e licenciado em filosofia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Membro do Seminário de Filosofia - Olavo de Carvalho e da Jovem Advocacia de São Paulo. Compositor e intérprete, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente faz parte do Sindicato dos Compositores e intérpretes do Estado de São Paulo, também é comentarista político na Trianon AM 740 e colunista do Jornal SP em notícias. 

Contato: 
movimentoculturaloficial@gmail.com
pierreloganoficial@gmail.com

Mais publicações sugeridas para você

Política 5514891216450777796

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programa de Prevenção à Dengue, Chikungunya e Zika

O enfrentamento ao Aedes aegypti e às doenças por ele transmitidas é uma das maiores urgências de saúde pública enfrentada pelos governos ...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES