FALAR MAL DO DESGOVERNO PANELENSE?

- Publicado em 29/04/2019 - Por Pierre Logan (Colunista)
A+ A-
Algumas pessoas reclamam que eu costumo criticar muito o governo panelense. Essas pessoas costumam dizer que não falo das coisas boas e foco muito nas coisas ruins. Que não me importo com as coisas que dão certo só com as coisas que dão erradas. Que deveria também olhar o lado bom do desgoverno. São pessoas boas tentando entender o motivo de eu sempre apontar malfeitos do desgoverno do município. Eu tolero esse tipo de manifestação, mas não respeito, não concordo e não me curvo a meras observações rasas do que quer que seja. O universo da administração pública é algo complexo que exige conhecimento específico. Se o cidadão conhece e argumenta com fundamentos devemos ouvir, analisar cuidadosamente e só então concordar ou discordar do que foi dito.

Argumentar com base no achismo é medir o mundo com a régua da sua própria mediocridade
O problema é que, até agora, sempre que alguém diz que acha determinada coisa eu pergunto: “baseado em quê?”. E essas pessoas normalmente não sabem o que responder. Normalmente estão medindo o mundo com a régua de sua própria mediocridade. Eu nunca disse “é assim porque eu acho e baseado nisso essa é a verdade universal”. Normalmente eu mostro o fato, mostro a lei, fundamento, concluo e ainda tenho o amor ao debate de deixar as pessoas da administração pública se manifestarem.

O problema é que nem mesmo essas pessoas sabem quais foram as coisas boas que o desgoverno panelense fez. Dizem “pagam em dia.” Aí eu pergunto de onde vem o dinheiro do pagamento?  Eles não sabem me responder. Se você considera pagar em dia e fazer um rombo na previdência do tamanho do mundo, então, não estamos falando de um elogio ao desgoverno, mas de um bobão que acha que ter opinião própria é mais importante do que ter uma opinião verdadeira.

No meu entender, baseado nos princípios da administração pública, na lei e nos bons costumes, se deve organiza a economia da cidade e não contratar o máximo de palhaços politiqueiros para se manter eternamente no poder. Não se deve lotear a prefeitura com os “amigos do rei” enquanto a maioria da população passa sede e fome. Panelense sofre com uma seca recorrente, com desemprego, com falta de saúde, desenvolvimento em quase todos os sentidos e eu tenho que buscar, como quem busca uma agulha no palheiro, algo bom? Algo que a prefeitura faça sem ter algum interesse dos politiqueiros por trás? Que tipo de homem seria eu se esquecesse tudo o que sei para aplaudir algo aparentemente bom, mas somente para os olhos dos ignorantes? Não, caros leitores, esse não sou eu. Meu sim é um sim e meu não é um não.

Tem funcionários da prefeitura emprestados a fazenda de um determinado ex-prefeito e todo mundo sabe. Tem funcionários fantasmas que não passam em Panelas nem para receber, recebem em outros bancos. Tem diretor de escola parente da prefeita, tem parentes dela na prefeitura e eu tenho que aplaudir quando ela for obrigada a tirá-los da prefeitura? Não! Porque um fato não anula o outro. Querem pagar em dia? Ótimo! Mas não tirando dinheiro de retroativo de professor, de previdência, enfim, de verbas da educação. Querem contratar funcionários? Ótimo! Faça concurso público! Querem comprar ambulâncias? Perfeito! Mas primeiro veja se não está faltando médicos para atender as pessoas, remédios, se os doentes estão sendo bem tratados. Querem fazer festas? Tudo bem, mas não deixe o povo sem água e não deixe de valorizar os artistas locais.

Eu falarei bem do desgoverno panelense quando ele parar de desgovernar. Falarei bem de Joelma Duarte, quando ela deixar de ser alguém submissa a um calhorda que não tem nenhuma legitimidade para mandar e desmandar como normalmente faz. Falarei bem dos vereadores quando eles cumprirem com sua parte. Quando eles fiscalizarem o executivo, quando apresentarem bons projetos e quando não ficarem bajulando ex-prefeito incompetente que não passa de um mentiroso, enganador que viveu ficando rico enquanto empobrecia o povo.

Se nada disso te convence não tem nenhum problema. Eu falei mal do governo panelense e apresentei meus argumentos, os fatos e as provas. Se você vai falar bem, se prepare para provar o que falou, para apresentar os fatos e as provas. De uma coisa o panelense pode ter certeza: já passei da fase de falar mal somente, agora eu enfrentarei a prefeitura de fato! Não me curvarei a nenhum político eleito ou não eleito. Não me curvarei a partidos ou grupos politiqueiros. Não vou ficar de braços cruzados vendo meu povo sofrer. Eu vou à luta e quem quiser que me siga! Estou na vanguarda, onde sempre estive, como personagem principal da linha de frente! 

Coluna Política // Por Pierre Logan
Advogado, Bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas. Pós-graduando em Direito Processual Civil pela Escola Paulista de Direito. Filósofo e licenciando em filosofia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Membro do Seminário de Filosofia - Olavo de Carvalho e da Jovem Advocacia de São Paulo. Compositor e intérprete, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente faz parte do Sindicato dos Compositores e intérpretes do Estado de São Paulo, também é comentarista político na Trianon AM 740 e colunista do Jornal SP em notícias. 

Contato: 
movimentoculturaloficial@gmail.com
pierreloganoficial@gmail.com

Mais publicações sugeridas para você

Política 3498180557006189061

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programa de Prevenção à Dengue, Chikungunya e Zika

O enfrentamento ao Aedes aegypti e às doenças por ele transmitidas é uma das maiores urgências de saúde pública enfrentada pelos governos ...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES