RUBEN LIMA: A SOMBRA POR TRÁS DE NADA

Sabemos que hoje em dia na política se fala muito em postes. Haddad, por exemplo, é o candidato do PT que surgiu no cenário político naci...

Sabemos que hoje em dia na política se fala muito em postes. Haddad, por exemplo, é o candidato do PT que surgiu no cenário político nacional como títere do ex-presidente Lula. Isso ocorre quando alguém que está no poder não quer sair ou quando alguém que não pode se candidatar quer entrar. Ocorreu em Panelas também. O ex-prefeito Sérgio Miranda, como é comentado pela maioria da população, apresentou alguém que ele pudesse manipular, alguém sem firmeza, sem postura. Alguém que pudesse facilmente ser controlado e assim transformar-se em seu fantoche. Para isso apresentou a nossa atual prefeita, Joelma Duarte. O que poucas pessoas repararam foi que o ex-prefeito do município não toma só o microfone da atual prefeita, ele ocupa o lugar do vice também. Assim ele fica como personagem central, Joelma como vice e o Ruben Lima, atual vice, fica como coisa nenhuma.

Ruben Lima, para quem não sabe é um político jovem e bastante inútil na política municipal. Foi vereador, presidente da Câmara (costumava faltar as reuniões para, supostamente, estudar), já acumulou atividades como a presidência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Panelas, Vice-prefeito e secretário de turismo de Panelas. Atualmente ele é o vice de direito por trás da prefeita de direito, ambos suprimidos (sem direito a voz nas entrevistas) pelo prefeito de fato, no caso, o ex-prefeito de direito. Complicado? Pois é, mas é assim mesmo.

Em um dos momentos mais marcantes da história política de Panelas, diz a lenda, que dois indivíduos queriam lançar seus nomes para prefeito em 2016. Um deles era Ruben. Então, Sergio Miranda bateu o pé (dar uma de nervosinho é algo que ele sabe fazer muito bem) e as duas criaturas baixaram a cabeça. Naquele momento ficou claro que se procurava alguém com pulso, alguém firme, alguém que tivesse, perdoem-me pela expressão deselegante, colhões. Sérgio escolheu Joelma. Ruben Lima aceitou ser vice de Joelma e aos poucos foi perdendo espaço na cena, sumiu do cenário, saiu das cortinas e nem para ser decorativo serviu mais.

Panelas é uma cidade realmente tragicômica. Como se já não bastasse uma prefeita que se orgulha de ser professora e não sabe falar o mínimo do básico da língua culta, um ex-prefeito que domina seus cavalinhos com rédeas curtas (aqui deixo margem para interpretações diversas), um judiciário que a maioria da população desconfia de sua imparcialidade (vide a liminar do concurso público com datas erradas, fundamentação sem sentido e informações desconexas) temos também um vice-prefeito que, aparentemente, não existe. Eu arriscaria dizer que ele poderia trabalhar como o sombra do programa do ratinho, mas o sombra tem voz grave de homem e é bom no que faz.

Você, caro leitor, deve estar se perguntando o porquê decidi escrever sobre alguém que, aparentemente, não existe. Explico. Eu pretendo apresentar o impeachment de Joelma Duarte em breve por vários motivos, então, pensando nas consequências lembrei que uma figura oculta (e não é “um cachorro atrás” – palavras da Dilma) ocupa o lugar do poste que sair. Demorei para lembrar o nome do indivíduo. Procurei fotos para ver se o rosto dele me faria lembrar do nome. Olhei nas fotos da campanha de 2018 e não encontrei nada. Acessei vídeos com entrevistas da prefeita e nada. Sérgio fala mais que o “homem da cobra”, manda abraços, agradece e nada do vice. Olhei mais em algumas fotos e nada. Ruben teria sido desprezado pelo seu próprio grupo? Seria ele tão inútil que não serve nem para fazer figuração?

Por essas e outras razões eu decidi vir em defesa desse colega que se apresenta no TSE como advogado, mas que por algum motivo óbvio e bom não tem seu nome no Cadastro Nacional de Advogados. Sim, me levanto em defesa desse jovem e exijo que o deixem mostrar suas ideias, seu potencial, seu posicionamento. Venho aqui, ironicamente, acusar essas pessoas que não deixam esse rapaz desenvolver as habilidades políticas dele. Ruben Lima vem de uma família tradicional que não pode ter seu nome manchado por um grupo que não deixa nem o nome aparecer para ser manchado. Não é justo pagar um salário tão alto e não deixar o rapaz trabalhar um pouco. Exijo que o deixem falar! Que apareça nas fotos, pelo menos para pensarmos que temos alguém competente apoiando a prefeita enquanto ela apoia o ex-prefeito. É injusto! É desumano! É imoral!

Ruben, meu vice-prefeito, saiba que sempre poderá contar com alguém de coragem para lhe defender. Eu tenho, e todos sabem disso, enorme respeito pela admiração que você não demonstra por mim, e se hoje não aperto sua mão para o cumprimentar, é que não quero correr o risco de ter o cheiro do saco de ex-prefeito nenhum na minha mão. E não pense que sou ou pretendo ser seu inimigo. Aprendi cedo, e levo para minha vida, e por favor não entenda como uma indireta, que jamais devo ter inimigos desprezíveis. Apareça, pelo menos nas fotos. Não deixe que apaguem sua estrela política antes dela brilhar. O doutor já está na política panelense há quanto tempo?



Coluna Política // Por Pierre Logan

Advogado, Bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas. Pós-graduando em Direito Processual Civil pela Escola Paulista de Direito. Filósofo e licenciando em filosofia. Membro do Seminário de Filosofia - Olavo de Carvalho e da Jovem Advocacia de São Paulo. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente também é comentarista político na Trianon AM 740 e colunista do Jornal SP em notícias. Contato: movimentoculturaloficial@gmail.com ou pierreloganoficial@gmail.com

Mais publicações sugeridas para você

Política 2466895613102500256

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Panelas Pernambuco e o Devaneio do Concurso Público

20 anos sem concurso público para a prefeitura de Panelas-PE e quando tem… O Concurso Público para provimento de cargos efetivos da pr...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES