A PIOR ESCOLHA

O artigo de hoje seria uma análise do discurso de Sérgio Miranda, com a verdadeira prefeita do seu lado, falando sobre o povo gostar de b...

O artigo de hoje seria uma análise do discurso de Sérgio Miranda, com a verdadeira prefeita do seu lado, falando sobre o povo gostar de bandido e o possível fim da guarda municipal. Deixarei essa análise para outra oportunidade. Porque lamentavelmente o povo de Pernambuco escolheu mais uma vez ser governado pelo pior governador da história. Explicações para isso, sinceramente, eu não tenho. Pelo que sei Paulo Câmara ignorou a questão da violência, ainda não entregou uma gota de água de seu “projeto” de encanamento, não diminuiu o preço das passagens de ônibus no Recife, não entregou escolas técnicas em todas as cidades do estado, como prometeu na eleição passada. Simplesmente não cumpriu o que prometeu.

Paulo Câmara foi eleito com 50,66% dos votos válidos. Este site publicou uma matéria com todas as opções que tínhamos para governar o Estado. Poderíamos renovar, poderíamos escolher alguém novo. Poderíamos optar por, pelo menos, mais cinco outros candidatos. Não foi o que fizemos. Escolhemos o de sempre.

Dissemos sim para a violência que tomou conta do Estado de Pernambuco durante os últimos anos. Dissemos sim para um governador que esteve longe do povo, do sofrimento da população durante seu governo. Infelizmente, aceitamos a narrativa que não batia com dados existentes na realidade e dissemos sim para o descaso e o desrespeito para com a coisa pública.

Elegemos o governador que abandonou o Estado de Pernambuco nas questões pertinentes a segurança pública. O governador que assassinou o pacto pela vida, que não cumpriu promessas de campanha e que não consegue nem fingir que é um bom político. Continuamos, pelo jeito, escravos, da nossa própria estupidez. Até agora eu não encontrei um único eleitor de Paulo Câmara que justifique seu voto de maneira fundamentada.

O mais triste é que as mesmas pessoas que criticavam, odiavam, detestavam Paulo Câmara mudaram de lado assim que ele declarou apoio a Lula. Quando nem mesmo o Lula acreditou em Paulo Câmara. O próprio Lula disse isso numa entrevista: “Paulo Câmara é o resultado do que eu não acredito”. E o Lula estava certo. Ponto. Paulo Câmara foi o pior governador da história.

O que fazer diante de um cenário tão ruim? A violência vai continuar destruindo vidas e teremos que ouvir mais uma vez da boca do governador que “não está” tão mal assim. Teremos que ouvir que o problema da violência é o desemprego no Brasil, quando muitos outros Estados diminuíram os índices de violência.


Político geralmente é picareta e não tem o que se discutir. O problema é quando o próprio povo age de maneira incoerente. Muitos disseram que votaram em Paulo Câmara porque Sérgio Miranda apoiava outro. Esquecendo que tínhamos outras opções. O povo teve a chance de mudar, mas lamentavelmente, escolheu permanecer como antes. E dentre todas as opções escolheu a pior. 

Coluna Política // Por Pierre Logan

Advogado, Bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas. Pós-graduando em Direito Processual Civil pela Escola Paulista de Direito. Filósofo e licenciando em filosofia. Membro do Seminário de Filosofia - Olavo de Carvalho e da Jovem Advocacia de São Paulo. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente também é comentarista político na Trianon AM 740 e colunista do Jornal SP em notícias. Contato: movimentoculturalpanelense@gmail.com ou pierreloganoficial@gmail.com

Mais publicações sugeridas para você

Política 4309346496120955132

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

“Vamos mudar. Você tem esse poder”, mensagem do Ex-Prefeito Fred sobre a política

Vivemos um quadro político bastante conturbado em todos os níveis. As mensagens dos candidatos tentam confundir o raciocínio dos eleitores....
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES