O MECANISMO: SÉRIE DA NETFLIX FALA SOBRE PANELAS


O Mecanismo é uma série brasileira que estreou na Netflix no dia 23 do mês passado. Foi criada por José Padilha (mesmo diretor de Tropa de Elite) e Elena Soárez (Filhos do Carnaval), dirigido por José Padilha, Felipe Prado e Marcos Prado. A série é estrelada por Selton Mello e é inspirada no livro “O juiz Sérgio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil” do Vladimir Netto e trata sobre o maior escândalo de corrupção da história do Brasil.

"A corrupção está estampada de forma tão comum no nosso cotidiano que aceitamos ela como algo normal na nossa vida"
A principal mensagem da série é que todo grande escândalo é construído por pequenas engrenagens. E que as pessoas que corrompem o sistema todo não fazem isso por serem grandes políticos, empreiteiros ou coisas assim. A corrupção está estampada de forma tão comum no nosso cotidiano que aceitamos ela como algo normal na nossa vida.

Basicamente estamos falando da genética da corrupção no sistema democrático de direito em todos os níveis imagináveis. Da tampa do bueiro da frente da sua casa até a porta do Palácio do Planalto. Nós, aqui deste site, adiantamos o enredo do Mecanismo no artigo A RETROALIMENTAÇÃO DA DESGRAÇA. Sim, o Mecanismo da Netflix também fala da corrupção a nível nacional, assim como eu toda segunda-feira posto aqui um novo episódio do mecanismo panelense. Mas desta vez tudo foi superado. Dessa vez Netflix indiretamente acabou falando de Panelas.

Pense, por exemplo, num esquema de corrupção que corrói todo povo como um câncer. Pense que as autoridades políticas, especialmente as que comandam a parte das licitações, portanto, o executivo, age em conluio com certos particulares que nada querem além de enriquecer a qualquer custo. Não estou falando de Brasília, nem de Lula, nem Dilma e nem de algo que se restrinja apenas a um partido político. Estou falando do nosso município. Se discorda pense em mais de 73 milhões de reais enviados para Panelas somente em 2017, olhe ao redor e tente imaginar para onde foi todo esse dinheiro. Depois disso, observe mais uma vez ao seu redor e tente observar quem são as pessoas mais “bem-sucedidas” da cidade e com quem essas pessoas tem ligação. Verá qual o mecanismo existente em Panelas.

A série fala sobre isso; sobre os pequenos sistemas que são versões de grandes sistemas. Sobre a grande corrupção institucionalizada que tem sua versão pequena também. Sobre os grandes corruptos eleitos, e sobre os pequenos corruptos que nunca se candidataram. A série fala sobre o político desonesto, sobre o cidadão desonesto e sobre como as coisas tendem a se retroalimentarem. A série nos explica como temos feito parte do sistema e qual a nossa participação no sistema putrefato que fazemos questão de alimentar, seja pela omissão, pela ação ou pelas pequenas permissividades. Mostra que cada rua, bairro ou cidade, pode ser uma versão micro de Brasília.

Se tirarmos a parte boa, a infraestrutura, toda parte arquitetônica, todo modelo econômico, notaremos que Panelas é uma pequena Brasília. Faça um exercício reflexivo. Tente pegar os nomes dos personagens da série e substituir pela personalidade da política da nossa cidade que se encaixaria no caso. Você vai perceber que se encaixa perfeitamente. O presidente da série é um Ex-presidente, mas que ainda dá pitaco nas questões pertinentes a política. Temos um ex-prefeito assim também. A chefe do executivo, na série, é uma idiota que só fala merda e obedece ao comando do ex-chefe. Na realidade panelense é diferente? Na série temos um maluco que não sobe num carro, mas destrói uma moto e é taxado de doido pelos mesmos ratos que corroem a política e o erário público. Se você fizer a analogia, verá que para se encaixar perfeitamente a nossa realidade, falta só um juiz com culhões, um Ministério Público atuante e digno do papel que deveria representar. Porque de omissos, corruptos, corruptores, covardes, mentirosos, calhordas e gente metida a besta temos, na nossa cidade, todos os papéis preenchidos.

O Mecanismo é uma série que fala sobre você, sobre eu, sobre Panelas, sobre Pernambuco e sobre o Brasil. A série fala sobre tudo o que há de ruim no ser humano, mas também fala sobre esperança, pois sempre haverá alguém que quebra a sistemática, que se insurge contra tudo, ainda que sejam taxados de loucos. Sempre haverá alguém que acredita que lutar vale a pena. Sempre haverá alguém que serve de inspiração para outros “alguéns” que não querem fazer parte do mecanismo e mais do que isso; lutam contra ele e assume as consequências, afinal, “ninguém combate um câncer e sai ileso”.

Coluna Política // Por Pierre Logan

Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. Contato: movimentoculturalpanelense@gmail.com ou pierreloganoficial@gmail.com

O MECANISMO

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 177564235224412768

#PesquisadeOpinião

#PesquisadeOpinião
Qual sua opinião sobre o Panelaspernambuco.com?

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

A Bandeira e mais uma edição do Festival Nacional de Jericos em Panelas-PE

O Festival Nacional de Jericos é um dos eventos mais tradicionais da região. E a Bandeira já está hasteada no primeiro trevo de acesso a ci...
continuar

No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Podcast Política

O que você acha do Panelaspernambuco.com