A PRÉ-CAMPANHA TRAZ FRED DE VOLTA

Esse período do ano é revelador. Revelador porque temos o festival nacional de Jericos e, mesmo a população tendo muita coisa importante sobre as quais reclamar, ela escolhe reclamar sobre a programação da festa. É uma ironia curiosa, quando o povo tem a oportunidade de mostrar para o mundo sua indignação e não concordância com o coronelismo panelense, ele escolhe se distrair e se entrega à uma “felicidade” pré-fabricada com data de começo, meio e fim. A prova que Panelas não embica na direção certa é que tanto os que estão no poder quanto os que já estiveram e querem voltar, se comportam do mesmo jeito. O ex-prefeito Fred Moreira Lima voltou com o discurso mais patético que já proferiu até hoje.

Em primeiro lugar é sempre bom salientar que não existe comparação entre o ex-prefeito Fred Moreira e o ex-prefeito Sergio Miranda. Isso porque Fred fez em quatro anos o que Sérgio não fez em 15 anos. E ele não fez somente porque foi incompetente, ele não fez porque foi covarde, mentiroso e estava mais preocupado com cavalos do que com o povo. De maneira nenhuma quero dizer com este texto que o ex-prefeito Fred foi um mau prefeito. Fred trouxe até mesmo o sinal de celular para Panelas, sinal que o cononé, Sérgio Miranda ou “o coisa”, dizia ser impossível trazer para Panelas. Minha crítica aqui é sobre esse chá de sumiço e silêncio absoluto que políticos tomam e o efeito da bebida só passa quando estamos próximos da campanha, e o pior; querendo ensinar como a oposição deve funcionar.

Você deve estar se perguntando porque estou falando disso agora, sendo que tem tanta coisa importante para falar como, por exemplo, uma festa de jegue feita para os jegues, que de cultural não tem nada. O que temos é uma sombra artificial do que já foi o Festival Nacional de Jericos. Estou falando disso agora porque foi veiculado pela rede social Facebook um vídeo em que Fred (ex-prefeito de Panelas) discursava ao lado do ex-vereador Juacir Alves para cerca de cinquenta pessoas. Um ataque direto aos que vêm fazendo oposição de verdade e militando diariamente contra o desgoverno sergianista.

Primeiro vamos falar de Juacir Alves. Esse indivíduo foi aquele mesmo que era da situação, depois foi para oposição, depois voltou para situação, quando trabalhou como advogado para as contas de Sérgio Miranda. Sim, ele dizia que não havia especificação sobre as verbas serem Estaduais, Municipais ou Federais e defendeu o ex-prefeito, o coisa, até as últimas. Foi um dos atos mais vergonhosos que já tive o desprazer de acompanhar e o pior, vindo de uma pessoa que já acreditei.

Fred não deve lembrar disso porque não estava em Panelas. Fred se entrar na campanha para o que quer que seja, falará apenas de passado. Isso porque no presente momento ele não tem sequer uma única manifestação, ainda que seja uma nota pelas redes sociais. A desculpa que ele usou no vídeo foi que não é de Panelas, não tira seu sustento de Panelas. Só quero avisar a ele que eu também não. Apesar de não tirar meu sustento de Panelas, eu estava aqui enquanto ele se omitia, eu estava apontando, junto com o Movimento Cultural Panelense (MCP), os erros do desgoverno, cobrando, brigando, escrevendo, falando, subindo em carro e fazendo protesto. O MCP ocupou a rua, a câmara, entrevistamos vereadores de todos os lados e você, Frederico, vem querendo dizer como deve se comportar uma oposição?

Além de tudo, ele disse que deveríamos dar uma cara a oposição. Será que a oposição já não tem uma cara? Será que a oposição não foi representada por alguém que ainda que praticamente sozinho foi o maior calo de sapato na história de Sérgio Miranda? Alguém que se o coisa ver na rua corre, com medo de ele enfiar um microfone na boca do ex-prefeito e começar a fazer perguntas que fariam a entrevista de Manoel Caboclo e Decio parecer uma palestra de lógica? Sim, Frederico, a oposição tem cara, tem voz e tem gesto, mas ela não é guiada por interesses politiqueiros e nem ambição de poder. Ela é conduzida pela vontade de crescimento, pelo desejo de mudança, pela revolta dos que não tinham chance.
A oposição panelense tem cabeça, corpo e coração. Não é juacir Alves que representa a oposição. O vereador Edson Rufino (PC do B) seria uma opção se ainda quisesse continuar na vida política do município. Ele sim muitas vezes fez sozinho o que vocês dois nem pensariam em fazer juntos. Eu, particularmente, não tenho pretensões políticas para o município de Panelas. E por que teria que ter? Vou mostrar a essa terra que um advogado, filósofo anarquista pode fazer por Panelas o que nenhum prefeito, ex-prefeito ou vereador pode sonhar. O Movimento Cultural Panelense, está fora da caixa e acompanha a mudança do clima político a nível internacional. Vocês estão muitos passos atrás.

Fred acertou em cheio quando disse: “eu estava quietinho no meu canto lá”. Fora isso seu discurso foi todo de assistencialista barato e abstrações infantis mais que batidas pelas pretensões periféricas políticas municipais. Agora faltando poucos meses para campanha, o Frederico aparece e diz que alguém “precisa resgatar o sentimento de indignação”? Frederico, Frederico, sinto muito dizer, mas você começou de novo do jeito errado. Você é um ótimo administrador, mas de política não entende nada. Sérgio é um politiqueiro de quinta categoria, mas não sabe administrar nem as próprias contas e processos. Se faltou em Fred a humildade para saber quando reaparecer, faltou em Sérgio o semancol para saber quando sumir. Garotos, comportem-se, vocês não sabem o que está por vir. Algo me diz que nos próximos anos Panelas terá eventos dos quais nunca se esquecerá. Então, aceitemos verdadeiramente que Fred não volta por amor a terra, desejo de mudança, mas, assim como Lourinho volta, foi somente por causa da campanha e do dinheiro que ela traz. Esse defeito Sérgio não tem.

Coluna Política // Por Pierre Logan


Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. Contato: movimentoculturalpanelense@gmail.com ou pierreloganoficial@gmail.com

Mais publicações sugeridas para você

Política 6758930110804178090

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Erro Histórico do Município?

Se um povo que “não conhece sua história está condenado a repeti-la”, Panelas já repetiu muito sua história... Confira o vídeo basead...
continuar

Como passar em Concurso Público

Banner de divulgação Metodo EARA

RECEBA ATUALIZAÇÕES