VEREADORES, UM TIME DE RIVAIS

Sabemos que essa briguinha de oposição e situação é uma doença, muitas vezes moral, que afeta e prejudica diretamente o desenvolvimento do nosso município. Os vereadores que pertencem a diversos partidos, juntam-se com muita frequência para se unir a facção comandada pelo executivo. Há um tempo atrás eu disse em um dos meus escritos que a presidência do Genilson Lucena (PSB) seria o prenuncio do possível fim do imbecilismo.

Imbecilismo é o termo que uso para denominar a submissão que o Legislativo tem com o Executivo. Poucas pessoas sabem, mas o trabalho dos vereadores é o que verdadeiramente norteia o caminho da cidade para um futuro decente. É o trabalho dos edis, ou pelo menos o trabalho que eles deveriam fazer, que pode determinar se o Município terá ou não o livramento dos problemas que afeta seus cidadãos. Poucos têm a capacidade de perceber o que ocorre nas jogatinas política pós-campanha, mas o caminho que estão traçando mostra o que de fato está acontecendo.

Não havia razão justificável para que os vereadores de situação se posicionassem contra a emenda do vereador e advogado Edson Rufino (PC do B) e tão pouco que recusassem a alteração depois da contundência dos argumentos de Clovis (PRP). Mas por alguma razão o fizeram. Entrevistei pessoalmente o presidente da Câmara que me disse que houve uma reunião com o executivo e que “a prefeita garantiu que colocaria também os inativos e aposentados na lista dos que receberiam o reajuste”. Depois, numa outra entrevista com Deço (PSD) ele me disse a mesma coisa. Zé Julio (PSB) também tocou no ponto e falou da bendita reunião e não foi diferente com Denival Melo (PSB) e Everaldo de Cruzes (PSB), enfim todos os vereadores com quem tive o prazer de conversar me disseram que houve a tal reunião e que a prefeita garantiu com palavras, mas se recusava a pôr na Lei. Isso, como sabemos, afronta claramente o Princípio da Legalidade; um dos princípios norteadores da Administração Pública. O que diabos o executivo queria com essa história que só prejudicaria a imagem dos vereadores e ninguém mais?

No meu entendimento, o executivo sabe que essa Câmara atual foi composta de pessoas novas e mais preparadas moralmente para exercer o cargo de Vereador. Com isso criou uma lei que “tirasse os Vereadores de tempo” para que sua imagem ficasse ruim com os eleitores. Devida a pressão feita pelos dois Vereadores de oposição e também dos próprios prejudicados Vereadores de situação, o executivo decidiu enviar outro projeto de lei que retificava, ou complementava, o antigo projeto. Em outras palavras todos os vereadores juntos (tanto os de oposição quanto os de situação) pressionaram o executivo, pois a população estava cobrando a eles nas ruas e onde quer que eles fossem. O executivo cedeu.

"todo governante não deve ser mais que um escravo do seu povo, vivendo, agindo e construindo tudo em nome e para a felicidade dele"
Como um tipo de time de rivais, os vereadores de bases diferentes conseguiram reverter uma ação escandalosamente ilegal do Poder Executivo da cidade. Isso provou que quando a população cobra aos seus representantes, quando seus representantes fazem seu papel, quando um doido decide sair da caixinha e subir em cima de um carro, quando professores exigem seus direitos e o sindicato da classe mostra seu poder; não tem como dar errado. O poder executivo simplesmente executa a vontade da população, pois todo governante não deve ser mais que um escravo do seu povo, vivendo, agindo e construindo tudo em nome e para a felicidade dele. Democracia é algo que nasce do povo, pelo povo e para o povo.


Coluna Política // Por Pierre Logan


Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. OAB-SP 218968E.

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético, tenha bom senso, não publique spam.

emo-but-icon

TRANSMISSÃO FESTIVAL SOLIDÁRIO TV PANELAS - MOVIMENTO CULTURAL

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Inscrição para participação no 47º Festival Nacional de Jericos (Online)

Abertas as inscrições para participação de cantores, interpretes, jóqueis de jericos, bem como no Concurso de Jericos Fantasiados. O Movimen... continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES