OBRA PAROU: Limpeza da barragem que abastece a cidade de Panelas-PE parou

Publicado em 14/03/2017 | Da Redação Panelas Pernambuco
A+ A-
Em suas notas de imprensa a Prefeitura de Panelas vive dizendo que “o trabalho não para”, mas, parece que isso não é verdade.

Limpeza da barragem que abastece a cidade de Panelas-PE parou

No dia 24 de fevereiro, a Prefeitura de Panelas deu início a tão falada “limpeza da barragem” que abastece a cidade, a decisão havia sido tomada pelo Poder Executivo após solicitações através de requerimentos do vereador Genilson Lucena, atual Presidente do Poder Legislativo.

A obra tinha como objetivo desassorear a área da barragem para que a mesma aumentasse seu potencial de armazenamento d’água. Mesmo não sendo de responsabilidade do Município executar a obra, o Governo Municipal decidiu atender as necessidades da população e realizar a limpeza da barragem, foi o que dizia um comunicado publicado na página oficial da prefeitura no Facebook.

Segundo informações recentes e constatações no local, na Barragem São Sebastião, a obra parou. Fontes dizem que a ordem de parar com a obra de limpeza da barragem partiu do Ex-Prefeito Sérgio Miranda. Por falar nisso, é um fato recorrente dos últimos meses a presença do ex-prefeito do município nas tomadas de decisões do Poder Executivo (Prefeita eleita Joelma Campos), mas, não se sabe qual o cargo oficial que Sérgio Miranda ocupa atualmente na Prefeitura. Afinal, antigos secretários deixaram o cargo, novos secretários tomaram posse e Sérgio Miranda continua sendo o “eterno prefeito”?

O fato é que a obra da barragem parou, a população continuará sofrendo com a crise hídrica. E a falta d’água continuará sendo uma constante, pelo menos até o termino da outra obra, a adutora.

Mais publicações sugeridas para você

Política 5924737596585257727

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

“Vamos mudar. Você tem esse poder”, mensagem do Ex-Prefeito Fred sobre a política

Vivemos um quadro político bastante conturbado em todos os níveis. As mensagens dos candidatos tentam confundir o raciocínio dos eleitores....
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES