BAIXO CONSUMO DE ÁGUA NO INVERNO E OS RISCOS À SAÚDE!

Publicado em 12/07/2016 | Da Redação Panelas Pernambuco
A+ A-
A água regula funções no organismo, principalmente a hidratação. No inverno, as baixas temperaturas provocam mudanças no corpo, que diminuem a sensação de sede, consequentemente o consumo de água também diminui. 

Beba água todo dia!

De acordo com o Guia alimentar para a população brasileira, a quantidade de água essencial a ser ingerida por dia vai depender de alguns fatores:
  • Idade;
  • Peso;
  • Se realiza atividade física;
  • Clima e temperatura do lugar que vive.

Se para uns, 2 litros de água seria o suficiente, para outros, o desejável ultrapassaria os 3, 4 litros de água, como é o caso dos esportistas. O importante é que haja um balanço diário de água, isso quer dizer que durante o dia a quantidade de água ingerida deve equivaler a quantidade de água que foi utilizada e/ou eliminada pelo corpo. Embora, encontra-se água em frutas, sucos, chás, dentre outros alimentos, a melhor opção para ingestão de líquidos é a água pura.

Mais 8 benefícios são citados no site “Tua saúde”, referente ao consumo adequado de água:

  1. Regular a temperatura corporal;
  2. Combater acne, estrias e celulite;
  3. Melhorar o funcionamento dos rins;
  4. Prevenir o aparecimento de pedras nos rins;
  5. Facilitar a digestão;
  6. Diminuir o inchaço;
  7. Melhorar a circulação sanguínea;
  8. Ajudar a emagrecer.

Em contrapartida, o baixo consumo de água diário traz inúmeros problemas a saúde, como é o caso da desidratação e cálculos renais.

DESIDRATAÇÃO: Com o consumo insuficiente de água, isto é, perde-se mais líquido, através do suor, urina, fezes, e sob a forma de vapor quando respiramos, do que o que consome, ao ingerir frutas, sucos, e demais alimentos que possuem água, além da água pura, é claro, ocorre à desidratação. Visto que a água serve para nutrir as células e desse modo garantir que todas suas funções sejam realizadas, a falta da água provoca o contrário e as células do corpo são incapazes de realizar suas funções de forma eficaz.

O site “Minha vida” lista alguns sinais e sintomas da desidratação leve e moderada:

  • Boca seca e pegajosa
  • Sonolência ou cansaço - crianças tendem a ser menos ativas do que o habitual
  • Sede
  • Diminuição da produção de urina (para bebês, não molhar a fralda por três horas ou mais)
  • Pouca ou nenhuma lágrima ao chorar
  • Pele seca
  • Dor de cabeça
  • Prisão de ventre
  • Tonturas ou vertigens.

Bem como, os sinais e sintomas da desidratação grave, que nesse caso já trata-se de uma urgência médica:
  • Sede extrema
  • Preguiça extrema ou sonolência em bebês e crianças
  • Irritabilidade e confusão em adultos
  • Boca, pele e membranas mucosas muito secas
  • Pouca ou nenhuma micção (emissão de urina) - toda a urina que é produzida será mais escura do que o normal
  • Olhos fundos
  • Pele seca e murcha, sem elasticidade
  • Em bebês lactentes, fontanelas afundadas (parte superior da cabeça)
  • Pressão arterial baixa
  • Batimento cardíaco rápido
  • Respiração rápida
  • Sem lágrimas ao chorar
  • Febre
  • Nos casos mais graves, delírio ou inconsciência.

Para ter noção se o corpo está precisando repor líquido, um indicativo é analisar a cor da urina, conforme imagem a baixo:

Analisando a cor da urina
Figura - Diário Online

CÁLCULOS RENAIS: Também conhecido como pedras nos rins, é umas das principais consequências do baixo consumo de água. Em poucas quantidades, essas pedras não costumam mostrar nenhum sinal ou sintoma no início, porém, quando elas começam a se mover, a dor também começa a surgir, e embora sejam conhecidas como pedras nos rins, elas podem estar em qualquer outro órgão do trato urinário.

Alguns sinais e sintomas que podem indicar cálculos renais, também citados no site “Minha Vida”:
  • Dores intensas e que se espalham pela região abdominal;
  • Dores que vêm e vão, variando de intensidade;
  • Dor ao urinar;
  • Urina com sangue, avermelhada, amarronzada ou rosada;
  • Urina com cor anormal, geralmente escura e mal cheirosa;
  • Náusea e vômito;
  • Necessidade persistente de urinar, levando a pessoa ao banheiro muitas vezes ao dia;
  • Febre e calafrios, em caso de infecção.

Ao identificar sinais e sintomas que indiquem algumas das patologias citadas, o recomendável é procurar orientações com os profissionais da saúde e cuidar o quanto antes do seu bem-estar. E claro, desde já consuma a quantidade suficiente de água para manter seu corpo hidratado.

- Beba água!

Janily AlvesColuna Saúde // por Janily Alves

Estudante Graduando em Enfermagem no
Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP).

Veja mais publicações sugeridas para você

Saúde 3083388724080329214

#PesquisadeOpinião

#PesquisadeOpinião
Qual sua opinião sobre o Panelaspernambuco.com?

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

A Bandeira e mais uma edição do Festival Nacional de Jericos em Panelas-PE

O Festival Nacional de Jericos é um dos eventos mais tradicionais da região. E a Bandeira já está hasteada no primeiro trevo de acesso a ci...
continuar

No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Podcast Política