Justiça Eleitoral sofre cortes no orçamento para as eleições municipais

O Congresso Nacional executou cortes nos orçamentos de 2016 dos Poderes da União, fazendo a Justiça Eleitoral rever todas as despesas planejadas para o presente exercício.

cortes nos orçamentos de 2016 faz a Justiça Eleitoral rever todas as despesas

Em comunicado, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco informou aos servidores que o orçamento inicial para os Pleitos Eleitorais, será diminuído em 31,6%, assim como as despesas com Diárias, Passagens e Locação de Veículos, Material de Consumo, Locação de Mão-de-obra, Serviços de Pessoa Jurídica, treinamento de mesários, treinamentos em geral, dentre outros.

Além disso, o Orçamento Ordinário foi reduzido 13,53%. O comunicado informa ainda que, os cortes realizados pelo Poder Legislativo não afastam a eventualidade de novos contingenciamentos no orçamento ordinário, oriundos do Poder Executivo, o que representará ainda maiores dificuldades para a administração da Justiça Eleitoral.

A justificativa para os cortes nos orçamentos de 2016 são devidos a situação do país, que encontra-se em meio a uma grave crise econômica, levando as administrações dos órgãos públicos a ajustar seus orçamentos, adaptando-os a essa realidade pela qual passa o Brasil.

Fonte: TRE-PE

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético, tenha bom senso, não publique spam.

emo-but-icon

BIOMETRIA ELEITORAL SITUAÇÃO EM PANELAS (PE)

Revisado:
17.108 eleitores

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Barragem cheia, por que não chega água nas casas das pessoas?

O município de Panelas tem um problema crônico com a falta de abastecimento d’água. A cidade de Panelas fica localizada no agreste de...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES