Confundir o público com o privado é algo comum para os políticos brasileiros

Confundir o público com o privado é algo comum para os políticos brasileiros. A ideia de que o dinheiro público não tem dono e, portant...

Publicado em 05/08/2012 | Por Guilherme Amarino (Editor)
A+ A-

Confundir o público com o privado é algo comum para os políticos brasileiros. A ideia de que o dinheiro público não tem dono e, portanto, é de quem chegar primeiro se instalou na mente deles embalada por nossa alienação e indiferença com a conduta criminosa adotada por muitos deles.

Assim, é comum que eles usem o dinheiro público para sanar problemas pessoais e auferir vantagens indevidas. Diante do marasmo da sociedade e da total ausência de punição por parte dos organismos legais, a única forma de puní-los fica nas mãos do eleitorado. Afinal de contas, você é burro o suficiente para continuar votando em quem lhe rouba?

Lembre-se sempre de que ser enganado uma vez é culpa de quem te enganou. Mas, ser enganado duas ou mais vezes é culpa exclusivamente da sua própria estupidez. Este é um artigo do Blog visaopanoramica.com, que tem no título original a frase "Você ajudou a eleger agora toma!" Confira o texto original aqui.

Nessas eleições municipais faça uma reflexão sobre o candidato cujo qual merece seu voto, não seja estupido o suficiente para votar em alguém que lhe roubou ou lhe rouba.

Mais publicações sugeridas para você

Política 5489158324778546857

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

“Vamos mudar. Você tem esse poder”, mensagem do Ex-Prefeito Fred sobre a política

Vivemos um quadro político bastante conturbado em todos os níveis. As mensagens dos candidatos tentam confundir o raciocínio dos eleitores....
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES