Pesquisas eleitorais em 2012 terão que ser registradas na justiça eleitoral

Empresas que divulgarem pesquisas eleitorais em 2012 sem registro na justiça eleitoral serão multadas. A determinação veio do Tribunal Supe...

Publicado em 09/01/2012 | Por Guilherme Amarino (Editor)
A+ A-
Empresas que divulgarem pesquisas eleitorais em 2012 sem registro na justiça eleitoral serão multadas. A determinação veio do Tribunal Superior Eleitoral: qualquer pesquisa realizada por empresa ou entidade no que concerne a intenção de voto, só poderá ser divulgada mediante registro na justiça eleitoral.


A norma que está em vigor desde o dia 1.º de janeiro e pode ser encontrada em destaque no site da instituição está na Resolução 23.364/2011, do TSE, dispondo a respeito das eleições municipais de 2012. A normativa destaca que a Justiça Eleitoral aperfeiçoou o sistema informatizado do registro das pesquisas e a sua divulgação.

Para o registro de pesquisa, é obrigatória a utilização do Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), disponível nos sites dos Tribunais Eleitorais, sites nos quais também pode ser acessado o manual pertinente ao sistema.

O registro de pesquisa será realizado apenas via internet, pelas entidades e empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2012. E poderá ser realizado a qualquer tempo, independentemente do horário de funcionamento do Cartório Eleitoral.

Na hipótese de a pesquisa abranger mais de um Município, o sistema gerará registros individualizados por Município e será criado um protocolo para cada localidade.

As informações e os dados registrados no sistema de pesquisa ficarão à disposição de qualquer interessado, pelo prazo de 30 dias, nos sites dos Tribunais Eleitorais.

Fontes: TRE-PE | Blog Falando Francamente

Mais publicações sugeridas para você

Política 3297593405442651527

No facebook

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Panelas Pernambuco e o Devaneio do Concurso Público

20 anos sem concurso público para a prefeitura de Panelas-PE e quando tem… O Concurso Público para provimento de cargos efetivos da pr...
continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES