KIT GAY TERÁ DISTRIBUIÇÃO NAS ESCOLAS PARA CRIANÇAS COM IDADES DE 7 A 12 ANOS

Imagine esta cena: Seu filho chega à escola para mais um dia de aprendizado, e, em plena sala de aula, a professora inicia uma nova lição qu...

- Publicado em 19/05/2011
A+ A-
Imagine esta cena: Seu filho chega à escola para mais um dia de aprendizado, e, em plena sala de aula, a professora inicia uma nova lição que é debater um vídeo em que duas meninas lésbicas falam sobre como é bom ser homossexual. E mais: nos livros didáticos, a professora lê, com seu filho, histórias com famílias gays, histórias de homens e mulheres bissexuais, transexuais e travestis.

“O que deveria servir para combater a discriminação vira propaganda explícita do homossexualismo”

Acredite: é isto que pretendem fazer nas escolas públicas do Brasil, no segundo semestre deste ano. O Ministério da Educação quer distribuir vídeos e livros como esses em 6 mil escolas do País.


Não quero fazer discriminação contra quem tem uma opção sexual diferente, mas impor isso já é de mais. Tenho certeza que o governo tem coisa mais importante para resolver.


O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) reclamou, em pronunciamento no plenário da Câmara dos Deputados, de ação da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, que tenta impor, a cerca de 6.000 escolas, kits com o objetivo de “combater a homofobia”. Esse kit é direcionado a crianças entre 7 e 12 anos, e conterá histórias gays. Uma delas, que está no Jornal da Câmara dos Deputados, mostra um garoto, de nome Ricardo, de 14 anos que, certa hora, vai ao banheiro urinar e encontra um colega seu. Enquanto ele urina, Ricardo dá uma olhada e se apaixona pelo garoto. Em outro episódio, este garoto, chamado Ricardo, quando atende à chamada do professor na escola, fica chateado, pois não quer ser chamado de Ricardo, e sim de “Bianca”. Este garoto decide declarar abertamente a sua homossexualidade e, segundo o kit, direcionado a crianças entre 7 e 12 anos, Ricardo (ou Bianca) deve servir de exemplo e referência a todos os alunos. Em outro caso, mostra-se um romance de duas lésbicas de 13 anos de idade, em que se discute a “profundidade em que a língua de uma deve entrar na boca da outra”.

FONTE: http://blogdotony.com.br

TRANSMISSÃO FESTIVAL SOLIDÁRIO TV PANELAS - MOVIMENTO CULTURAL

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Inscrição para participação no 47º Festival Nacional de Jericos (Online)

Abertas as inscrições para participação de cantores, interpretes, jóqueis de jericos, bem como no Concurso de Jericos Fantasiados. O Movimen... continuar

RECEBA ATUALIZAÇÕES