PAULO CÂMARA DESGOVERNA

Paulo Henrique Saraiva Câmara, nasceu em 8 de agosto de 1972. Formado em ciências econômicas, é pós-graduado em Contabilidade e Controlad...

Paulo Henrique Saraiva Câmara, nasceu em 8 de agosto de 1972. Formado em ciências econômicas, é pós-graduado em Contabilidade e Controladoria Governamental e mestre em Gestão Pública, todos pela Universidade Federal de Pernambuco. É o tipo de indivíduo que precisou estudar muito para ser incompetente, mas vamos pular as gafes.

Para poupar o leitor vamos pular também a parte que o diretor da JBS, o delator Ricardo Saud, afirmou em uma delação que negociou o pagamento de propina na campanha de 2014 com o atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), mas vamos salientar bastante, já que vivemos em um regime democrático, o fato de que o levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Uninassau, em parceria com o Jornal do Commercio e o portal Leia já, comprovou que 74% dos pernambucanos reprovam categoricamente o supracitado governador.

De acordo com os números dessa pesquisa otimista: para 37% dos entrevistados Paulo Câmara é péssimo. Para 27% ele é ruim. 23% entende que o governador é regular (a turma do meio-termo). 7% (Provavelmente são os que passam o tempo assistindo Big Brother), acham que ele é bom e 1% (os que, provavelmente, moram em marte) indica que a gestão é ótima. Na minha análise (humilde, mas certeira) ele é o pior governador da história de Pernambuco.

Como sabemos muitos políticos panelenses são da base aliada do desgoverno do Estado. O que esse fato trouxe de vantagem para Panelas? Quem respondeu ‘absolutamente nada’ já pode passar na faculdade de ciência política e pegar um diploma. Panelas passou, nas palavras do ex-prefeito do município e verdadeiro responsável pelo fato, pela pior seca de sua história. O governador manteve sua postura frouxa de ‘classe média’ criada em apartamento e pediu para o seu vice não resolver o problema. Tenho plena certeza de que Paulo Câmara não sabe que durante a seca que desidratou a paciência da população, seus “amigos” do PSB (Joelma, Sergio Miranda & Cia) disseram que os responsáveis pela situação da barragem era o governo do Estado e da COMPESA (não seriam a mesma coisa?). Quando a eleições se aproximarem vão dizer o oposto, aposto.

Se não quiserem culpar esse desgoverno do Estado pela seca, não precisam se preocupar. Ele também recebeu crédito pela péssima gestão nas questões pertinentes a Saúde, desemprego e Segurança Pública. O caso da violência sem dúvida foi o mais marcante, pois Pernambuco chegou a registrar uma média de 18 assassinatos por dia em março deste ano (aumento de mais de 47% no número de assassinatos). Estudos afirmaram que nosso Estado regrediu cerca de 10 anos no quesito violência. O Estado Islâmico (que diminuiu 13% o índice de assassinatos com relação à 2015) vai começar a fazer cursinho em Pernambuco, pois esses números registrados pelo nosso Estado são muito parecidos com números de guerras. Mas não se preocupe, cidadão; diante de todo esse desastre, o governador do Estado não iria ficar de braços cruzados. Puniu imediatamente os policiais que falaram mal dele no Facebook.

Não precisa ser muito inteligente para reparar que o referido digestor não tem postura de líder. Não digo só nas voltas circulares que dá com seu sofisma fétido, suas palavras vazias e um discurso mais manjado que filho de político falecido pagando de estadista pop star (quanto um chefe de gabinete recebe, Duduzinho?) Para quem não entendeu a piada; o filho de Eduardo Campos foi nomeado chefe de gabinete de Paulo Câmara (eu sei, a piada foi péssima). Perdoe-me pelo meu humor desprovido de polidez em plena crise, mas se você elegeu palhaço, por favor, não me cobre seriedade com o caso. O máximo que ofereço é coerência. Por falar em ser coerente e ser humoradamente ácido, não esqueça que Paulito Câmara foi ao EREMPA inaugurar a reforma que não fez e dizer que estava ajudando Panelas (não pense na barragem! Sacanagem esperar que ele assuma a responsabilidade, afinal, se a culpa é dele ele pode colocar em quem quiser, inclusive, na COMPESA).

Que esse pseudolíder é uma criatura incompetente para governar está provado e por ninguém menos que ele mesmo. Não precisa acreditar em mim, basta assistir qualquer entrevista dele na internet e saberá que ele não convence ninguém que não esteja naquela pegada da pós-verdade (ouvir somente o que já concorda). Infelizmente nós pernambucanos provamos do pior que nossa classe política tem para oferecer. Quando elegemos alguém, estamos, em tese, dizendo que aquele ‘eleito’, escolhido, separado, é o melhor que nós temos e, por essa razão, o escolhemos para nos guiar. Ou nós confessamos nossos erros e nos concertamos para não mais errar, elegendo alguém que preste (ainda que não votando em ninguém) ou, simplesmente, assumamos que estamos sem liderança e sem possibilidade de visualizar um futuro bom. Justiça seja feita, Paulo Câmara acertou numa coisa e foi justamente quando disse que não estava pronto para governar sem Eduardo Campos (Chico Xavier morreu para tentar um contato e arrumar um plano de governo, aí lascou de verdade).


Eu sei que o assunto é sério e que minha forma irônica de escrever incomoda, mas não tenho moldes, nem padrões e não obrigação de tratar com educação quem nunca me ofereceu educação em troca. O grande problema da população é querer ser gentil e comportadamente educado com governadores que não se preocuparam em educar as crianças. Estou com 30 anos de idade e nunca recebi hospitais públicos, escolas públicas e praticamente nada público de qualidade. Na minha vida de retirante tive que vender livros para comprar pão e deixar de comer pão para comprar livros. Nenhum político, seja governador, vereador, prefeito ou presidente tem o direito de me cobrar respeito, pois assim como nosso Estado, Município e País: “NÓS TAMBÉM PODEMOS FALTAR COM A EDUCAÇÃO! Entendeu, Paulo Câmara?



Coluna Política // Por Pierre Logan



Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. OAB-SP 218968E.

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 9012364155835534511

PÓS-GRADUAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO
22% DE DESCONTO, não perca essa oportunidade!

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Atendimento do Banco do Brasil em qualquer agência

O Banco do Brasil (BB) vai atender clientes em qualquer agência do País. E já começa a valer a partir do dia 2 de julho. O BB conse...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora