ESCRAVIDÃO PANELENSE. EU ACUSO!

Bastou eu dizer que estava em “pré-desistência” para a turma do sergianismo imbecilista se animar e prolatar seus já conhecidos espasmos ...

Publicado em 05/06/2017 | Por Pierre Logan (Colunista)
A+ A-
Bastou eu dizer que estava em “pré-desistência” para a turma do sergianismo imbecilista se animar e prolatar seus já conhecidos espasmos de: “Tá vendo, não tem jeito, Panelas não muda”. Ora, A cidade não precisa mudar. As pessoas precisam mudar para que o município seja diferente. Crianças precisam conviver com a verdade e não com mentiras preestabelecidas por um desgoverno nefasto que não consegue nem ser coerente com o que ele mesmo diz. Eu desisti de adotar uma estratégia puramente combativa e decidi adotar um modus operandi (modo de operação) fundamentalmente educacional. Se meus métodos serão ou não ortodoxos é outra questão. Mas o porquê de eu optar por tal mudança está baseado na necessidade, e, na percepção de que a escravidão panelense é sustentada por elementos que se dissolvem facilmente diante do mínimo sinal de ética.

Não há correntes literais prendendo ninguém. Não há escravos propriamente ditos rastejando pelas ruas. Não há coronéis com chicotes de verdade. Não há reis com condão de condenar ninguém a morte. Não há base jurídica para legitimar o exílio involuntário de pessoas como eu. O tipo de escravidão que estabeleceram em Panelas é estruturalmente psicológico, fisicamente invisível e quase que exclusivamente moral. É um fenômeno antigo tratados na filosofia, no direito, no teatro, na ficção e até na literatura fílmica. Situação parecida com os dilemas do clássico russo dostoievskiano, O idiota, escrito entre 1867 e 1868, que revela o drama da condição humana dos que não se corromperam pelo sistema social vigente até nos dias atuais.

Grades construídas cuidadosamente com estruturas fincadas na cobiça e na fraqueza moral dos que sucumbem a qualquer tipo de vantagem financeira, especialmente quando há o menor sinal de dinheiro fácil. Sim, a omissão e a complacência anticristã que contrapõe a mais singela passagem bíblica da inutilidade de “ganhar o mundo e perder a alma” (Marcos 8: 36). Uma escravidão espiritual que não se perde somente dos “demônios moradores dos detalhes”, mas na mais imensamente escancarada e patente verdade: há algo muito estranho em Panelas. Não é só no despreparo completo da maioria que exerce cargo público. Não é só a ausência de observância das leis Federais. Não é só a falta de atuação mais eficaz do Ministério Público. Não é só sobre a suspeição que o judiciário repousa. Não é só sobre a imagem fantasmagórica de um ex-prefeito que aparece em todos os eventos. Não é só sobre as prisões provisórias que parecem definitivas. Não é só sobre a falta de postura da população diante disso tudo. Há algo que prende e escraviza a população numa arapuca mental de segurança máxima.

Há saída! Há solução! E tudo começa com o mínimo de coragem e amor próprio. Se não há correntes físicas que lhe impedem, nada impede além de sua própria limitação mental. Mude e o mundo mudará com você. Não é preciso gritar, espernear e tratar mal quem tenta instalar esses aplicativos de aprisionamentos em você. Basta não ser complacente com os que escravizam você. Você merece ter um registro na carteira de trabalho, férias remuneradas, décimo terceiro salário, plano de carreira, ascensão profissional num trabalho digno. Tudo isso é garantido por lei. Você merece ter condições de comprar remédios sem precisar pedir “autorização” a políticos ou secretários. Você tem a capacidade de exigir cada um dos direitos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Nada, absolutamente nada obriga nenhum panelense a auto aprisionar-se na desculpa da necessidade. Porque não pode haver base moral para necessidade de ser escravo de nenhum sistema quando há na necessidade de ser livre a própria essência da palavra necessidade. Diante desses e de outros tantos fatos eu acuso:

EU ACUSO Sérgio Miranda de não aplicar o mínimo exigido pela Constituição Federal na educação e na Saúde!

EU ACUSO o sistema sergianista da total dependência de empregos para com a prefeitura!

EU ACUSO a maioria dos vereadores eleitos ao longo dos últimos vinte anos por sua complacência com o desgoverno do executivo!

EU ACUSO o ex-prefeito do município de não honrar com os direitos garantidos por lei aos professores!

EU ACUSO o desgoverno municipal de apoiar o governo do Estado de Pernambuco que fracassou completamente no controle da violência!

EU ACUSO a prefeitura de Panelas por contratações ilegais e por usar os contratos como meio de vencer eleições.

EU ACUSO o desgoverno de Panelas por aterrar o Açude Manuel Miranda!

EU ACUSO o parecer jurídico apresentado por Sérgio Miranda de ter parado as ações que limpariam a barragem que deveria abastecer a Cidade!

EU ACUSO a Secretaria de Cultura de não apoiar os artistas célebres de nossa terra e não produzir o mínimo necessário para se ter o que mostrar (além de fotos).

EU ACUSO a Secretaria de Educação do Município de não apoiar o SISMUP e nenhum professor no que se refere aos direitos negados aos mesmos.

EU ACUSO o projeto da Desvalorização Humana por obrigar pessoas a trabalharem por menos que um salário mínimo.

EU ACUSO todo esse sistema putrefato de aprisionar o povo de Panelas nas amarras da dependência e de impedir o desenvolvimento da cidade e das pessoas da cidade.

EU, PIERRE LOGAN, ACUSO desde já todos os líderes de oposição por seu completo fracasso diante de tudo o que foi dito e de seu silêncio criminoso.


EU ACUSO!!!!!!!


Coluna Política // Por Pierre Logan

Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. OAB-SP 218968E.

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 9199516114996601521

LIVE: Reunião Legislativa 19/10

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora