LOURINHO ESTÁ MORTO

Aqui estou eu mais uma vez cortando a madrugada e escrevendo textos sobre Panelas. Por que fazer isso? Simples. Porque não vejo ninguém fazendo. “Chamar atenção”, dizem os mais desatentos. Sim, claro. Claro que tento chamar atenção. A vida precisa ser levada a sério. Me sinto na obrigação de chamar a atenção de um povo que se distrai com muita facilidade diante de políticos que o trai com facilidade. Nietzsche ficaria muito bravo se soubesse que o parafraseei para falar do que na opinião dele é o pior tipo de gente: o covarde.

Honestamente não acho que seja por acaso que Lourinho venha perdendo eleições a mais de duas décadas. Se ele se comportasse de um modo diferente e usasse cada derrota como um aprendizado para crescer e aprendendo com os erros fazer seu cansado povo provar o gosto da vitória, eu ficaria menos descontente. Mas o que ele faz é agir exatamente da mesma forma e esperar um resultado diferente.

Não é a volta do Macunaíma. Para quem não sabe; Lourinho não está mais em Panelas. Está, de acordo com informações, em Catende. Mas já começou a patinar na política e “oferecer” sua pseudo-influência (com travessão e tudo) para campanha estadual. Pelo menos é o que dizem as más-línguas e algumas boas também. Então você agora começou a escrever baseado em boatos? Não. Baseado em experiência. ‘Supracitadamente’ no parágrafo anterior. A primeira coisa nova na história política (de derrota) de Lourinho no município seria se ele não aparecesse na próxima campanha. Porque todo mundo sabe que ele aparece com uma habilidade danada de não dizer nada com coisa nenhuma e desaparece em seguida com o coitadismo de sempre. Chega!

LOURINHO ESTÁ MORTO POLITICAMENTE
Se você gosta de Lourinho o problema é seu, mas quando alguém entra na política para “brincar” de ser político o problema é de todo mundo. O povo é o que seu governo faz dele. Política não é brincadeira. É vida de pessoas. É vida humana afetada em todas as esferas da existência em sociedade. Não pode haver espaços para incompetentes travestidos de bom gestor (tipo Sérgio Miranda – com novas recomendações de rejeição de contas pelo TCE) e nem de bom sujeito que quer salvar o povo sem brigar e com espírito de coitadinho (nem preciso dizer). O orgulho de ser panelense tem que soar muito mais alto que qualquer palavra dita, mais eficaz que qualquer ação praticada e tinir como os sinos do inferno no ouvido de quem quer ver o mal desse povo.

"O povo é o que seu governo faz dele. Política não é brincadeira. É vida de pessoas. É vida humana afetada em todas as esferas da existência em sociedade."
A população tem que tomar para si a responsabilidade de não cair mais nas armadilhas da bipolaridade grupal. Somos nós (o povo) contra politiqueiros e politicagem. Não pode existir grupelhos de situação x oposição. Essa divisão é feita para enfraquecer o povo. Esqueçam Lourinho ou o ódio que sentem por ele, pois politicamente falando, ele está morto. Abram os olhos para a assombração que continua em Panelas (o prefeito de fato), esse deve morrer politicamente também. A melhor forma de acabar com essa palhaçada de ambos os ‘lados’ é nas urnas. Nenhum nem outro merece apoio. Sérgio por não ter sido um bom prefeito e Lourinho por não ter sido oposição.

E aí, sobra quem? Vamos ficar sem votar, é isso? Não! A liderança surgirá naturalmente de ambos os lados até que o povo seja o único lado possível. Assim poderemos dizer que existe democracia e cada um busca o melhor para a maioria e não apenas para seu grupinho. Caminho difícil, mas para cima é sempre mais difícil que para baixo.

Obvio que quando falo de ‘Lourinho’ personalizo nele a imagem de todo grupo de oposição (a do passado, aquela que existiu apenas em nome e aparência). Porque sabemos que nenhum dos que hoje se dizem de oposição bateu na sua porta num momento de necessidade, fora de campanhas eleitorais, e ofereceu um projeto de governo, uma saída para seca, para o desemprego, para garantia de seus direitos. Nada. Firam hibernando durante dois anos (no mínimo) e aparecem em seguida prometendo e prolatando apoios. Não, meus amigos, não é assim a banda vai tocar dessa vez.

Com quem você está, Pierre? Acompanho a política nacional, estadual e federal. Conheço praticamente todos os políticos nacionais de nome e partido. Alguns conheço pessoalmente. Mas sou um cidadão sem filiação partidária ou compromisso de apoio com eles. Sou um cidadão que passa a maior parte do dia trabalhando e estudando. Não tive tempo para acompanhar o que cada um fez de bom ou ruim, então, me reservo ao direito de analisar com cuidado as últimas ações, quais os trabalhos que fizeram, onde essas ações e trabalhos contribuíram para Panelas e somente depois disso decidirei em quem devo ou não votar.

Lourinho ainda não se pronunciou publicamente, mas estou me adiantando porque a experiência me diz que ele possivelmente vai. Ele tem conversado com pessoas nos bastidores e pouca coisa escapa de mim, inclusive, nos bastidores. Não é simplesmente aparecendo aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo que conseguirão ganhar o jogo (já que para eles é um jogo). Não é desaparecendo e deixando o povo entregue à própria sorte que se consegue respeito. A oposição construiu seu histórico de derrotas a imagem e semelhança de seu ‘líder’ que nunca liderou nada. Assumam de uma vez por todas que, para a política de Panelas, Lourinho está morto e o próximo é Sérgio Miranda!

Coluna Política // Por Pierre Logan

Formando em Direito, Licenciando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado. Compositor, gravou no final de 2015 o disco Crônicas de Um Mundo Moderno. Atualmente atua na área jurídica e também é colunista do Jornal SP em notícias. OAB-SP 218968E.

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 9137712768987576044

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

SEJA INTELIGENTE!

SEJA INTELIGENTE!
"A leitura é para a mente o que o exercício é para o corpo" (Joseph Addison)

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

CHARGE: Os políticos de Panelas-PE estão em Brasília

Os políticos de Panelas-PE estão em Brasília-DF. Fazendo o quê? Segundo informações, estão em Brasília lutando pelos direitos dos tr...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora