SAÚDE: comentários sobre o plano de governo de Joelma Campos – Parte I

Publicado em 04/10/2016 | Da Redação Panelas Pernambuco
A+ A-
Apesar de muitos não terem o conhecimento, o plano de governo é um requisito para o registro da candidatura dos políticos, desse modo, com os candidatos da cidade de Panelas-PE não foi diferente.

A princípio, a ideia era fazer um comparativo entre o plano de governo dos três candidatos a Prefeito(a), Joelma Campos, Lourinho e o Professor Saraiva, porém, apesar de muito importante, discutir apenas as propostas para a saúde não seria o suficiente para ajudar o eleitor na escolha do seu voto, e até porque o trabalho realizado no setor da saúde durante os 4 anos do seu respectivo mandato, pode tomar suas propostas de governo como base, mas a decisão final deve respeitar o que será formulado nas conferências e conselhos de saúde, os quais falarei em um artigo à parte.

Para o texto não ficar longo e cansativo, dos 9 tópicos que a candidata eleita, Joelma Campos, elencou em suas propostas no âmbito da saúde, nesse momento falaremos de 4, que estão voltadas para a atenção básica:
  1. Ampliar a cobertura populacional das Equipes de Saúde da Família – ESF;
  2. Atender prioritariamente a gestantes, hipertensos, diabéticos, e crianças menores de 5 anos por nutricionistas (acompanhamento nutricional);
  3. Ampliar a oferta de exame citológico e mamografia;
  4. Reduzir a taxa de mortalidade infantil através da sensibilização das gestantes sobre a importância da realização de todas as consultas de pré-natal e o cumprimento do calendário vacinal.

1° PROPOSTA: Sabendo que a Equipe de Saúde da Família é formada por uma equipe multiprofissional, quando é descrito “Ampliar a cobertura populacional das ESF”, quer dizer aumentar o número de profissionais para atender a população, que nesse caso, para formar uma Equipe de Saúde da Família, é necessário no mínimo:
  • Médico generalista ou especialista em saúde da família;
  • Enfermeiro generalista ou especialista em saúde da família;
  • Auxiliar ou técnico de enfermagem;
  • Agentes comunitários de saúde (ACS);
  • E ainda pode ser acrescentado a essa equipe multiprofissional, os profissionais de saúde Bucal: cirurgião-dentista generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal.
Cada Equipe de Saúde da Família é responsável por atender no máximo 4.000 pessoas de uma determinada área, e cada Agente Comunitário de Saúde (ACS) pode cobrir no máximo 750 pessoas, podendo ter até 12 ACS por Equipe de Saúde da Família.

2° PROPOSTA: Respeitando o princípio doutrinário do SUS da equidade, é que se inicia a segunda proposta, “atender prioritariamente...”, isso não quer que algumas pessoas têm mais direitos que outras, mas sim, que algumas pessoas “precisam” mais que outras, e isso é totalmente normal e compreensível. Gestantes, diabéticos, hipertensos e crianças com menos de 5 anos, se não tiverem uma alimentação balanceada, poderão sofrer graves consequências devido as situações supracitadas, e no caso das crianças, influência diretamente no crescimento e desenvolvimento.

3° PROSPOTA: Essa aborta duas situações, uma à nível de atenção primária (exame citológico) e a segunda de atenção secundária (mamografia). O exame citológico (Papanicolau) é realizado em prol de detectar qualquer tipo de alteração no colo útero, e desse modo ajudar no diagnóstico precoce do câncer, trata-se de um procedimento simples, onde a amostra para o exame pode ser colhida na própria Unidade Básica de Saúde da sua comunidade. Já a mamografia, importantíssima também para o diagnóstico precoce do câncer de mama, requer aparelho mais sofisticado, o mamógrafo, comum em centros de especialidades.

4° PROPOSTA: Traz a ideia de campanhas/movimentos em prol da conscientização das gestantes ao acompanhamento do Pré-natal, para que possíveis agravos ou anormalidades sejam percebidos precocemente e assim ser possível tomar as devidas providências. Assim como, conscientizar a família na importância de vacinar suas crianças (quais doenças previnem, a importância de tomar no prazo estabelecido e etc).

Por fim, percebemos que em apenas 4 propostas já podemos ter esperança de mais profissionais da saúde, mais oferta de exames e campanhas importantíssimas de conscientização. A maneira que tudo será concretizado deve contar, principalmente, com a participação popular. Nos Próximos artigos, abordaremos outras propostas, aguardem!


Janily AlvesColuna Saúde // por Janily Alves

Enfermeira graduada no Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP); Pós-Graduanda em Unidade de Terapia Intensiva com complementação em Urgência e Emergência.

Veja mais publicações sugeridas para você

Saúde 1905868081398493029

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

AUMENTO DE TARIFAS: A conta de água vai ficar mais cara

A Compesa foi autorizada a reajustar as tarifas da conta de água. Os novos valores já passam a valer a partir do dia 20 de março. C...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora