“LOURINHO VAI GANHAR”; diz pesquisa

Confesso que nunca me deu tanta preguiça escrever um texto. Aparentemente não há nada de novo para falar. Políticos fazem suas propagandas, golpistas que custam mais para eleger que para sustentar. Não tem como ser mais claro. Muitos me acusam de ser neurastênico, mas penso que o problema seja o excesso de paciência da população. Falta de cultura não é mais ofensa numa terra onde bebedeira é virtude. Então dediquemo-nos a falar sobre as trivialidades das campanhas sem nos colocar de lado nenhum, já que Joelma segue ordens e Lourinho acha que pode emiti-las.

Eu desisti de me apoquentar com os professores de Panelas. Por isso não digo mais nada quando vejo uma anta qualquer falar que o candidato fulano (a) não mede esforços para ir a determinado lugar de determinado modo; simplesmente porque não considero inocência uma colocação tão vexatória como essa. Considero falta de amor próprio, covardia, hipocrisia sem limites ou, como gosto de chamar, feladaputagem. Todo mundo sabe que político não mede esforços, em época de campanha, para encontrar o cidadão, prometer, abraçar, sentar e conversar sobre problemas que sabe que nunca resolverá. Dizer que Lourinho ou Joelma marcha pelo município por causa da grande preocupação com o cidadão é indiscutivelmente síndrome da frouxidão intelectual.

Lourinho nunca saiu de baixo da cama. Joelma nunca se afastou da asa do prefeito. Vivemos numa crise de representação assustadora. “Por que você não se candidata, Pierre? ”. Ora, minhas bolas, porque não sou filiado a partido político nenhum. “Por que não se filia então? ”. Ora, meu padinho padim Ciço, pela mesma razão que não entro no crime organizado para ganhar dinheiro. Não vejo na conjuntura política atual nenhum partido que tenha interesse em fazer o que diz que quer fazer. Não estou falando de “esquerda x direita”. Estou falando de tudo. E, ainda que eu fosse filiado, passaria por um filtro interno que poderia me escolher ou não para pleitear a candidatura. Em outras palavras, um tipo de “cala a boca” partidário que eu não teria paciência para enfrentar sem mandar ninguém para “putaqueospariu”.

Falta de educação falar palavrão. Não, numa terra onde um juiz pousa para foto do lado de um prefeito picareta, para este vangloriar-se da aprovação de uma guarda municipal ilegal (Leiam a Constituição), junto com outros políticos igualmente picaretas, em frente a uma praça nomeada sem projeto de lei e inaugurada às pressas e com defeito, não se pode condenar ninguém por falar palavrão. Numa terra onde o delegado diz numa audiência pública que o costume local revoga o CTB (Código de Transito Brasileiro), o grito de “vai tomar no cú” deveria ser ensinado nas escolas e reforçado nas igrejas como sinônimo de desabafo e critério de salvação da alma.

Antes de falar do título deixe-me fazer mais uma colocação. Ninguém é mais criança para acreditar em promessa de político em época de eleição, não é?! Então, o que diabos explicaria a multidão que segue os políticos nos comícios? Panelas não tem planejamento econômico e nem social. Sérgio não cumpriu 10% das promessas que fez ou que colocou no bendito plano de governo dele. Lourinho mal passou na porta da Câmara Municipal durante os quatro últimos anos, nunca se colocou à frente de nenhum problema sério do município. Por que diabos durante a campanha ainda tem gente que acredita na postura de tal indivíduo? De Joelma eu nem vou falar...A única explicação é a falta de explicação.

Agora vamos para o título. Como você deve ter percebido não há nenhuma pesquisa. Eu só coloquei esse título para mostrar as pessoas como podem ser facilmente enganadas por “propostas” que não são nada além de promessas. Se você é um leitor de meus artigos, não se preocupe, o teste não serve para você, pois leria o artigo independentemente do título. É inteligente. Outros ficaram curiosos e decidiram dar uma olhada em que diabo de pesquisa era essa. É a mesma que diz que Sérgio foi um bom prefeito. É a mesma que diz que promessas feitas em campanha são confiáveis. Agora eu apostaria meu carro, também inexistente, de 500 mil reais que alguns vão compartilhar sem ler o texto, só pelo título. Desses só resta ter pena.

Pierre LoganColuna Política // Por Pierre Logan

Formando em Direito, Bacharelando em filosofia, possui formação em Direito Eleitoral, Administrativo, Fundamentos do Direito Público, Ciência Política e Teoria Geral do Estado.

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 3268512369639578268

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

Promoção

Promoção
“GANHE R$50 OFF” ou MAIS, não perca essa promoção!

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora