DIABETES MELLITUS: Problema de Saúde Pública

Publicado em 14/06/2016 | Da Redação Panelas Pernambuco
A+ A-
Segundo dados do censo IBGE 2010, já se contabiliza mais de 12 milhões de diabéticos no Brasil. A Diabetes Mellitus (DM) é caracterizada pelo desequilíbrio de glicose no sangue (açúcar), e trás sérias consequências para seu portador, dentre as mais graves, o pé diabético.

Por tratar de um número grande de pessoas acometidas pela doença, e por ter complicações tão graves, essa situação torna-se um problema de saúde pública, onde estados e municípios deverão traçar ações em prol do não acometimento da doença e/ou o controle dos riscos ao paciente advindos dessa patologia.

OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE DIABETES

DIABETES TIPO I - deficiência de insulina. Na maioria das vezes causadas por uma doença auto-imune, que “interrompe a fabricação” dessa insulina.

DIABETES TIPO II - deficiência na ação e/ou secreção da insulina. Associado na grande maioria das vezes à obesidade.

SINAIS E SINTOMAS MAIS COMUNS:

  1. Sede excessiva
  2. Aumento do volume da urina,
  3. Aumento do número de micções
  4. Surgimento do hábito de urinar à noite
  5. Fadiga, fraqueza, tonturas
  6. Visão borrada
  7. Aumento de apetite
  8. Perda de peso.

PREVENÇÃO:

  • Manter peso normal
  • Praticar atividade física regular
  • Não fumar
  • Controlar a pressão arterial
  • Evitar medicamentos que potencialmente possam agredir o pâncreas (cortisona, diuréticos tiazídicos)

PÉ DIABÉTICO

O pé diabético é uma das complicações mais graves da diabetes, trata-se de uma lesão no pé de difícil cicatrização devido as condições do paciente. Na diabetes, é muito comum o indivíduo desenvolver neuropatias, uma doença que afeta os nervos, que tem como principal característica a perda da sensibilidade, quando a neuropatia é periférica, é muito comum lesões nessa parte do corpo. É possível que o portador da doença se corte e não seja capaz de sentir nada, e a ferida vai crescendo e ficando cada vez mais difícil de tratar.

Alguns cuidados gerais para prevenção de lesões no pé podem ser tomados:

  • Fazer avaliação diária dos pés;
  • Não lavar os pés com água quente demais;
  • Secar bem os pés pós o banho;
  • Manter a pele hidratada;
  • Usar meias sem costura e sem elástico (preferencialmente brancas);
  • Cortar as unhas pelo menos uma vez no mês e lixar uma vez na semana;
  • Usar calçado adequado (que não aperte demais);
Uma vez o paciente diabéticos com a ferida, o tratamento é lento e muitas vezes não é eficaz, o que leva à amputação, segundo o Manual do Pé diabético (2016):

• Pessoas com DM apresentam uma incidência anual de úlceras nos pés de 2% e um risco de 25% em desenvolvê-las ao longo da vida.

• Aproximadamente 20% das internações de indivíduos com DM são decorrentes de lesões nos membros inferiores.

• Complicações do Pé Diabético são responsáveis por 40% a 70% do total de amputações não traumáticas de membros inferiores na população geral.

• 85% das amputações de membros inferiores em pessoas com DM são precedidas de ulcerações, sendo os seus principais fatores de risco a neuropatia periférica, as deformidades no pé e os traumatismos.

Para o tratamento dessas lesões, no momento usa-se recursos disponíveis em hospitais, muito embora pelas condições do paciente, algo mais específico seria mais prudente, como é o caso da TERAPIA LARVAL, uma técnica que vem sendo resgatada, trata-se do uso de larvas estéreis diretamente no leito da ferida, e então essas larvas vão fazer o que chamamos de desbridamento (retirada do tecido morto) além de liberar enzimas que estimulam o tecido de granulação, e então acelera o processo de cicatrização.

Essas são algumas informações relevantes e úteis com relação à questão da diabetes. Até o próximo artigo com mais questões relacionadas à Saúde.

Janily AlvesColuna Saúde // por Janily Alves

Estudante Graduando em Enfermagem no
Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP).

Veja mais publicações sugeridas para você

Saúde 5300836630207934662

PÓS-GRADUAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO
22% DE DESCONTO, não perca essa oportunidade!

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Atendimento do Banco do Brasil em qualquer agência

O Banco do Brasil (BB) vai atender clientes em qualquer agência do País. E já começa a valer a partir do dia 2 de julho. O BB conse...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora