Os cuidados com a herança mais preciosa dos nossos filhos

Por esses dias, ao procurar um filme para assistir, li a sinopse de “As aparências enganam” de 2013, interessei-me por saber que a protagonista (Hanna) fazia parte de um instituto de consultoria educacional. Ela almejava chegar ao senado para implantar em todas as escolas americanas os projetos que desenvolvera através de longos estudos experimentais. No entanto, o que mais chamou minha atenção foi quando Hanna explicava a importância dos projetos voltados à educação. Ela dizia: “Vivemos perdendo as coisas, veículos são roubados, negócios falindo em uma escala alarmante, essas coisas grandes com que contamos tanto podem ser perdidas facilmente (...) Meu pai me ensinou que a única coisa que não pode ser perdida é a educação, é por isso que o nosso programa educacional e outros são tão importantes , damos as crianças algo que jamais será perdido”.

“A única coisa que não pode ser perdida é a educação”
Para quem ouve constantemente que o bem mais precioso que um ser humano pode possuir vem através da educação, essa resposta dada pela personagem do filme ilustra bem o que por muitas vezes se perde de tanto ser repetido, mas raramente posto em prática. Há duas semanas falei sobre as perdas que a Educação panelense vêm sofrendo pelos desmandos do poder público, tanto executivo quanto legislativo. E enquanto observamos apáticos o que nossos representantes NÃO fazem pela educação da cidade, volto a pergunta que intitula este texto aos pais de família, aos que almejam ser um dia e àqueles que em geral se preocupam com as novas gerações panelenses: o que temos feito para garantir a herança dos nossos ‘filhos’? Aquela herança que nenhum governo corrupto pode tomar, que não é arrancada por roubos nem assaltos e que levamos conosco por onde estivermos?

“Devemos eleger pessoas que prezem pela educação dos nossos filhos e que deem condições para que a construção do conhecimento seja parte contínua de suas vidas”
Se a resposta for vaga ou insuficiente, também nós estamos contribuindo para a triste situação em que nossa cidade se encontra. Enquanto cidadãos que somos, podemos reivindicar e denunciar as irregularidades cometidas pelos que nos estão ‘representando’. E não falo das reclamações jogadas ao vento em conversas de calçada ou mesa de bar, ser cidadão ultrapassa esses limites. Esse ano podemos dar a resposta a ineficácia do poder público panelense, renovar aquela Câmara de Vereadores vergonhosa e buscar alternativas que mereçam nos representar, eleger pessoas que prezem pela educação dos ‘nossos’ filhos e que deem condições para que a construção do conhecimento seja parte contínua de suas vidas.

Enquanto a qualidade não nos é fornecida através dos serviços educacionais prestados pelo poder público, há quem resolva de outra forma. Entretanto, é triste pensar que o cuidado com a herança educacional deixada para os filhos ainda tenha forte influência das condições financeiras. Escolas particulares, cursinhos, tempo disponível para que os jovens apenas estudem, aperfeiçoamento no exterior, essas são algumas das vantagens que o dinheiro pode comprar.

O que me consola é saber que estas condições que beneficiam uns em detrimento de outros não são fatores determinantes para decidir o futuro das pessoas. Há milhares de jovens em nosso país resistindo ao roubo de suas heranças pelos que ignoram os benefícios da educação na vida de uma pessoa, em Panelas não seria diferente. Há vários exemplos de panelenses Brasil à fora, investindo seu tempo e suas energias em aumentar sua herança intelectual. Muitos já colhem os frutos de tamanho esforço. Não preciso citar nomes, em tempos de redes sociais, ciberespaço e currículos lattes, sabemos da vida das pessoas em poucos cliques, mas antes que pensem que falo apenas de diplomas, não subestimem o poder de uma boa educação voltada para a vida, antes de direcionada ao mercado de trabalho.

“A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida.”
Precisamos lembrar que a educação escolar é fundamental, mas para ser imbatível precisa estar relacionada com os valores dados pela família. A herança deixada para os filhos não se trata apenas do que foi/é passado, muito do que fica vem do comportamento que eles presenciaram. Nunca duvide da força de um exemplo! Para encerrar, justifico toda a atenção que precisamos dar a educação, não por que todos falam que deve ser assim, mas devido ao fato de que: “A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida.”, como afirmou o filósofo Sêneca.

Coluna Educação // Por Sheila Alves

Sheila Alves - Colunista sobre EducaçãoProfessora, graduada pela UPE em Letras e 
especialização em Ensino de Língua Portuguesa e suas Literaturas.
E membro fundador da Associação Comunitária de São Lázaro (Panelas-PE).

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 6771397867198425056

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

Promoção

Promoção
“GANHE R$50 OFF” ou MAIS, não perca essa promoção!

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora