Panelas em uma situação crítica

Publicado em 07/12/2015 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-
O título deste texto é realmente a mais irônica das ironias que alguém poderia pensar. Muito curioso como o TCE-PE sempre mostra que estávamos certos nas discussões sobre a incompetência da atual direção do município. Mais curioso ainda é a insistência de quem defende o atual desgoverno do nosso município. O que é mais curioso do que todas as coisas curiosas é o silêncio do Ministério Público acerca de tudo o que já escrevemos e mostramos. Até na questão do açude (uma denúncia formalizada) não houve nenhum tipo de ação no sentido de punir o crime cometido contra o patrimônio histórico ou ambiental da cidade.

"A transparência do município era menor que a de um bloco de concreto armado"
Vamos começar com a ironia do título deste artigo. Panelas obviamente é desgovernada pela atual situação há anos. Esse atual grupo chamamos de situação. Acontece que esse mesmo grupelho odeia todo tipo de crítica. Inclusive a autocrítica. Em outras palavras a situação não é nenhum pouco crítica. O fato da situação não se autocriticar faz com que a situação da cidade seja crítica. Lembram quando eu disse que a transparência do município era menor que a de um bloco de concreto armado? (faz uns três anos), pois é o TCE-PE confirmou. Na época me chamaram de burro. Hoje sabemos quem são os burros da história.

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco divulgou na última semana uma lista com a nota de avaliação do nível de transparência das 184 prefeituras do nosso Estado. Resultado: Panelas ficou no 156° lugar da lista. Isso mesmo, perto do rabo da fila; juntinho com os portais que nem existem. Incompetência elevada ao quadrado e subindo.

Não é de hoje que reclamamos. O portal da Câmara de Vereadores de Panelas sequer existe. O atual presidente da Casa, Manoel Caboclo, é tão incompetente que chega a desanimar nossa vergonha quando pensamos em sentir vergonha dele. Uma figura política patética. Já deixei várias mensagens na página do Facebook da Câmara (único canal alternativo de comunicação da Casa) pedindo que me enviasse um determinado projeto por e-mail. A resposta foi a mesma para qualquer tipo de solicitação: silêncio total.

Deveria ser desanimador, mas na verdade é uma confirmação de tudo o que falamos. É a confissão do fracasso do absurdo que é eleger pessoas que não ligam para o que o cidadão pensa. Já discuti com o atual presidente da Câmara certa vez, no entanto, ele é incapaz de entender uma frase simples. Ele não entenderia a gravidade de seus atos nem se alguém fizesse um desenho para ele.

Do atual prefeito de Panelas não se pode esperar mais. Pensei que Manoel Caboclo poderia ter problemas com o ego e virar um tipo de Sérgio Miranda, mas hoje percebo que o Sérgio é que foi se desgastando até virar um Manoel. O que os dois querem é que alguém puxe o saco deles, pois se fizer pode até lançar um livro na Câmara. Confirmando mais uma vez a tese de que se eu falasse bem já teria recebido inúmeras homenagens. Como não faço...

Possivelmente esse problema (a transparência) será um dos menores, pois a seca está voltando e a bendita adutora só saiu mesmo da boca do prefeito e do atual governador do Estado. Lembro-me de que Eduardo Campos e Dilma foram para Cupira e prometeram a barragem Panelas 2. Lembro que Sérgio Miranda disse que resolveria o problema junto com a COMPESA (depois daquele teatro organizado pelo desgoverno na BR 104). Parece que é hora de começar a culpar a COMPESA novamente. A situação de Panelas no sentido da crise hídrica é crítica.

O TCE-PE mostrou que a situação da transparência é crítica. A entrada da Prefeitura e da Câmara mostram que a situação da acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida é crítica. O aterramento do açude mostra que a situação da preservação do patrimônio histórico do município é crítica. O Projeto de Lei 09/2015 mostra que a situação do rombo na previdência é crítica. As contas rejeitadas ou com recomendação de rejeição mostra que a situação da capacidade administrativa do prefeito é crítica. A única coisa que não é crítica em Panelas hoje é a própria situação. Não é nenhum paradoxo, mas sim, uma grande ironia.

Coluna Política // Por Pierre Logan

Panelas-PE e a situação Crítica!

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 6636563432105538924

Dica promocional

Dica promocional
Transforme sua TV em Smart

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Edição 2017 da Maratona de Cruzes

Confira o vídeo resumo da reportagem da 34ª Maratona de Cruzes, do principal dia do evento. Realizada a 34ª Maratona de Cruzes, o eve...
continuar

No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Podcast Política

Online agora