ARTIGO: A CNBB em União Estável com o PT

Publicado em 31/12/2015 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-

A CNBB em União Estável com o Príncipe das Trevas, o PT.

É fato inquestionável que por onde quer que passe o comunismo, o resultado é invariavelmente o mesmo: disseminação do ateísmo, perseguições religiosas, totalitarismo, opressão, enganos, miséria, escravidão e execução em massa¹.

A igreja católica é anticomunista porque esta ideologia maquina contra a Igreja de Cristo e a humanidade.

O Decreto contra o comunismo é uma designação popular de um documento da Igreja Católica, publicado pelo Santo Ofício no dia 01 de Julho de 1949, durante o pontificado do Papa Pio XII. Este documento confirmou a excomunhão automática ipso facto (ou latae sententiae) de todos os católicos que, em obstinação consciente, defendiam abertamente o comunismo e colaboravam com organizações comunistas e afins². Ou seja, o comunista ou aquele que colabora com o comunismo está automaticamente excomungado, independente de sentença específica.

‘O documento Li Wei Han’ e a ‘teologia da libertação’ são apenas dois dos vastos exemplos de que o comunismo é destruidor das religiões cristãs e contra a humanidade.

Em 1959, quando Cuba acabava de cair na órbita marxista-leninista, os comunistas da China podiam oferecer a Ilha uma experiência de 10 anos na destruição da Igreja Católica e apressaram-se em fazê-lo. Para este papel Cuba contou ainda com a atuação da farsante “teologia da libertação” empregada por excomungados e falsos profetas.

Este documento define, segundo seus próprios termos, o caminho a seguir, na religião, a fim de ir substituindo progressivamente, o elemento religioso pelo elemento marxista; e levar os católicos a destruir por si mesmo e por suas próprias contas, as imagens divinas que eles mesmos haviam criado³.

Uma tática tão ardil em banir a religião das nações subjugadas ao marxismo que parece digna de ser fixada nas portas do Inferno.

A CNBB em união luciferiana com o PT por mais de três décadas.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criada pelo seu ‘profeta’ Helder Câmara tem caráter revolucionário, portanto esta organização, em que pese parecer propositalmente a espinha dorsal da igreja católica brasileira, com ela não se confunde. A CNBB é composta por falsos profetas e marcha unida com partidos comunistas rumo à Religião Universal Luciferiana, a seita do anticristo.

Gorbachev, o “Moisés” da Nova Era disse em um encontro dos altos mandatários da URSS, em 1987:
“Não pode haver trégua na luta contra a religião. Enquanto existir religião, o comunismo não prevalecerá. Devemos intensificar a destruição de todas as religiões onde quer que elas sejam praticadas ou ensinadas”.

Encontros macabros - CNBB-PT.

Em Brasília-DF, dia 12/03/2015, a Presidenta Dilma Rousseff encontrou com Dom Raimundo Damasceno de Assis, o então Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), acompanhado de Dom Leonardo Ulrich Steiner, Dom José Belisário da Silva e dos Ministros Aloisio Mercadante, Casa Civil, Miguel Rosseto, Secretaria Geral e José Eduardo Cardozo, Justiça.

Esta organização formada por revolucionários comunistas mantém estreitas relações com o petismo.
Fomenta as ações do MST através da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Há notícia de que tenha exportado esta perversidade para a África, pois é no terceiro mundo que estas ações terceiro-mundistas ganham ainda mais tolerância e espaço.

O apoio ao PT, por parte da CNBB é amplo, irrestrito e notório. É além-maquiavélico!

Logo após o Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha ter acolhido o pedido de Impeachment contra a Presidente da República Dilma Rousseff, a CNBB emitiu nota de apoio à Presidente do governo mais corrupto da História da humanidade. Confira, abaixo, a íntegra do texto:

“Para onde caminha o Brasil?”

A Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB, no ensejo da ameaça de impeachment que paira sobre o mandato da Presidente Dilma Rousseff, manifesta imensa apreensão ante a atitude do Presidente da Câmara dos Deputados.
A ação carece de subsídios que regulem a matéria, conduzindo a sociedade ao entendimento de que há no contexto motivação de ordem estritamente embasada no exercício da política voltada para interesses contrários ao bem comum.

O País vive momentos difíceis na economia, na política e na ética, cabendo a cada um dos poderes da República o cumprimento dos preceitos republicanos.
A ordem constitucional democrática brasileira construiu solidez suficiente para não se deixar abalar por aventuras políticas que dividem ainda mais o País.

No caso presente, o comando do legislativo apropria-se da prerrogativa legal de modo inadequado. Indaga-se: que autoridade moral fundamenta uma decisão capaz de agravar a situação nacional com consequências imprevisíveis para a vida do povo? Além do mais, o impedimento de um Presidente da República ameaça ditames democráticos, conquistados a duras penas.
Auguramos que a prudência e o bem do País ultrapassem interesses espúrios.
Reiteramos o desejo de que este delicado momento não prejudique o futuro do Brasil.
É preciso caminhar no sentido da união nacional, sem quaisquer partidarismos, a fim de que possamos construir um desenvolvimento justo e sustentável.
O espírito do Natal conclama entendimento e paz.


Carlos Alves Moura
Secretário Executivo
Comissão Brasileira Justiça e Paz.

A CNBB acha um disparate, a destituição do cargo, de um chefe de governo que pertence à administração mais corrupta da História da humanidade. O qual pertence a um partido que na prática é uma máfia e tem como ‘modus operandi’ intensificar o uso das drogas no país e fomentar: as guerrilhas na América Latina, o terrorismo no mundo, os sequestros, a destruição dos valores morais e cristãos e a colaboração para a formação do império do anticristo.

Promove a destruição da economia do país. Enfim, conspira fortemente, e por todos os meios possíveis, contra a pátria, contra a nação brasileira e várias nações latino-americanas, por meio de seu desgoverno e do famigerado Foro de São Paulo. Este triste quadro psicopata é além-maquiavélico. É comunista.

Fontes:
  1. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno. (Honorato, José Cícero. Edição 05/07/2015).
  2. Wikipédia.
  3. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno. ( Honorato, José Cícero. Ed. 05/07/2015).
  4. Site: www. CNBB. Org.br.

Por José Cícero Honorato 

Escritor / Autor e já publicou os livros:

1. A Dissipação da Escuridão. Ou o Reino do Anticristo. 2. KGB: Infiltrações, Enganos e Assassinatos. 3. Carlos Marighella: Sua Incursão Comunista e o Minimanual do Guerrilheiro Urbano. 4. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno.

Estes livros encontram-se também no site da Amazon.com.br

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 8933653401336041683

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

LIVE: Reunião Legislativa 19/10

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora