ARTIGO: A CNBB em União Estável com o PT

Publicado em 31/12/2015 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-

A CNBB em União Estável com o Príncipe das Trevas, o PT.

É fato inquestionável que por onde quer que passe o comunismo, o resultado é invariavelmente o mesmo: disseminação do ateísmo, perseguições religiosas, totalitarismo, opressão, enganos, miséria, escravidão e execução em massa¹.

A igreja católica é anticomunista porque esta ideologia maquina contra a Igreja de Cristo e a humanidade.

O Decreto contra o comunismo é uma designação popular de um documento da Igreja Católica, publicado pelo Santo Ofício no dia 01 de Julho de 1949, durante o pontificado do Papa Pio XII. Este documento confirmou a excomunhão automática ipso facto (ou latae sententiae) de todos os católicos que, em obstinação consciente, defendiam abertamente o comunismo e colaboravam com organizações comunistas e afins². Ou seja, o comunista ou aquele que colabora com o comunismo está automaticamente excomungado, independente de sentença específica.

‘O documento Li Wei Han’ e a ‘teologia da libertação’ são apenas dois dos vastos exemplos de que o comunismo é destruidor das religiões cristãs e contra a humanidade.

Em 1959, quando Cuba acabava de cair na órbita marxista-leninista, os comunistas da China podiam oferecer a Ilha uma experiência de 10 anos na destruição da Igreja Católica e apressaram-se em fazê-lo. Para este papel Cuba contou ainda com a atuação da farsante “teologia da libertação” empregada por excomungados e falsos profetas.

Este documento define, segundo seus próprios termos, o caminho a seguir, na religião, a fim de ir substituindo progressivamente, o elemento religioso pelo elemento marxista; e levar os católicos a destruir por si mesmo e por suas próprias contas, as imagens divinas que eles mesmos haviam criado³.

Uma tática tão ardil em banir a religião das nações subjugadas ao marxismo que parece digna de ser fixada nas portas do Inferno.

A CNBB em união luciferiana com o PT por mais de três décadas.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criada pelo seu ‘profeta’ Helder Câmara tem caráter revolucionário, portanto esta organização, em que pese parecer propositalmente a espinha dorsal da igreja católica brasileira, com ela não se confunde. A CNBB é composta por falsos profetas e marcha unida com partidos comunistas rumo à Religião Universal Luciferiana, a seita do anticristo.

Gorbachev, o “Moisés” da Nova Era disse em um encontro dos altos mandatários da URSS, em 1987:
“Não pode haver trégua na luta contra a religião. Enquanto existir religião, o comunismo não prevalecerá. Devemos intensificar a destruição de todas as religiões onde quer que elas sejam praticadas ou ensinadas”.

Encontros macabros - CNBB-PT.

Em Brasília-DF, dia 12/03/2015, a Presidenta Dilma Rousseff encontrou com Dom Raimundo Damasceno de Assis, o então Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), acompanhado de Dom Leonardo Ulrich Steiner, Dom José Belisário da Silva e dos Ministros Aloisio Mercadante, Casa Civil, Miguel Rosseto, Secretaria Geral e José Eduardo Cardozo, Justiça.

Esta organização formada por revolucionários comunistas mantém estreitas relações com o petismo.
Fomenta as ações do MST através da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Há notícia de que tenha exportado esta perversidade para a África, pois é no terceiro mundo que estas ações terceiro-mundistas ganham ainda mais tolerância e espaço.

O apoio ao PT, por parte da CNBB é amplo, irrestrito e notório. É além-maquiavélico!

Logo após o Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha ter acolhido o pedido de Impeachment contra a Presidente da República Dilma Rousseff, a CNBB emitiu nota de apoio à Presidente do governo mais corrupto da História da humanidade. Confira, abaixo, a íntegra do texto:

“Para onde caminha o Brasil?”

A Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB, no ensejo da ameaça de impeachment que paira sobre o mandato da Presidente Dilma Rousseff, manifesta imensa apreensão ante a atitude do Presidente da Câmara dos Deputados.
A ação carece de subsídios que regulem a matéria, conduzindo a sociedade ao entendimento de que há no contexto motivação de ordem estritamente embasada no exercício da política voltada para interesses contrários ao bem comum.

O País vive momentos difíceis na economia, na política e na ética, cabendo a cada um dos poderes da República o cumprimento dos preceitos republicanos.
A ordem constitucional democrática brasileira construiu solidez suficiente para não se deixar abalar por aventuras políticas que dividem ainda mais o País.

No caso presente, o comando do legislativo apropria-se da prerrogativa legal de modo inadequado. Indaga-se: que autoridade moral fundamenta uma decisão capaz de agravar a situação nacional com consequências imprevisíveis para a vida do povo? Além do mais, o impedimento de um Presidente da República ameaça ditames democráticos, conquistados a duras penas.
Auguramos que a prudência e o bem do País ultrapassem interesses espúrios.
Reiteramos o desejo de que este delicado momento não prejudique o futuro do Brasil.
É preciso caminhar no sentido da união nacional, sem quaisquer partidarismos, a fim de que possamos construir um desenvolvimento justo e sustentável.
O espírito do Natal conclama entendimento e paz.


Carlos Alves Moura
Secretário Executivo
Comissão Brasileira Justiça e Paz.

A CNBB acha um disparate, a destituição do cargo, de um chefe de governo que pertence à administração mais corrupta da História da humanidade. O qual pertence a um partido que na prática é uma máfia e tem como ‘modus operandi’ intensificar o uso das drogas no país e fomentar: as guerrilhas na América Latina, o terrorismo no mundo, os sequestros, a destruição dos valores morais e cristãos e a colaboração para a formação do império do anticristo.

Promove a destruição da economia do país. Enfim, conspira fortemente, e por todos os meios possíveis, contra a pátria, contra a nação brasileira e várias nações latino-americanas, por meio de seu desgoverno e do famigerado Foro de São Paulo. Este triste quadro psicopata é além-maquiavélico. É comunista.

Fontes:
  1. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno. (Honorato, José Cícero. Edição 05/07/2015).
  2. Wikipédia.
  3. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno. ( Honorato, José Cícero. Ed. 05/07/2015).
  4. Site: www. CNBB. Org.br.

Por José Cícero Honorato 

Escritor / Autor e já publicou os livros:

1. A Dissipação da Escuridão. Ou o Reino do Anticristo. 2. KGB: Infiltrações, Enganos e Assassinatos. 3. Carlos Marighella: Sua Incursão Comunista e o Minimanual do Guerrilheiro Urbano. 4. O Documento Li Wei Han: Um Passaporte Vermelho Para o Inferno.

Estes livros encontram-se também no site da Amazon.com.br

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 8933653401336041683

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

SEJA INTELIGENTE!

SEJA INTELIGENTE!
"A leitura é para a mente o que o exercício é para o corpo" (Joseph Addison)

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

AS DÍVIDAS DE SÉRGIO MIRANDA

Antes que algum fanático desinformado apareça dizendo que estou mentindo, segue os links do site oficial do Tribunal de contas do Estad...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora