As pedaladas de Sérgio

Publicado em 09/11/2015 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-
"Quem vai pagar a conta são os próximos cinco prefeitos"

Falar de problemas e escândalos de corrupção de um grupo distante é fácil. O que não se vê em Panelas são pessoas questionando a corrupção do governo panelense, os fantasmas da Câmara, as contas rejeitadas e a mais nova novidade: as pedaladas de Sérgio Miranda.

Vamos com vagar. Pedaladas fiscais são operações não previstas na legislação. É um tipo de “maquiagem para contas públicas”. É fácil de fazer, qualquer imbecil que esteja no poder consegue, especialmente se não se importar com ética ou coisa do tipo. O Executivo atrasa, ou deixa de repassar, propositalmente o repasse de dinheiro para autarquias, bancos etc. No caso de Panelas, atrasaram, salvo engano, quase 20 (vinte) anos dos repasses da previdência (PANELASPREV).

É isso mesmo. Ao longo de quase vinte anos os valores foram descontados do servidor público (é só olhar no seu contracheque, servidor) para a previdência, ou seja, os valores descontados deveriam ser encaminhados para a Autarquia responsável: PANELASPREV. Só que não foram. Então o executivo elaborou um Projeto de Lei (09/2015) que pedia autorização ao Poder Legislativo Municipal para conceder a Sérgio Miranda o parcelamento do rombo. Resumindo: ele descontou dos salários dos servidores, não repassou para a previdência esses valores que não diz quanto foi (já imagino), não diz para onde foi esse dinheiro e quer parcelar a “dívida”. Será que ele quer pagar?

A resposta para pergunta pendurada no parágrafo anterior é não. O projeto pede para parcelar o roubo (quero dizer rombo) em 240 (duzentos e quarenta) meses. Em outras palavras, 20 (vinte) anos. O que significa que quem vai pagar a conta são os próximos cinco prefeitos. Isso mesmo, Sérgio fez a merda e vai deixar para os outros limparem. O vereador Edson Rufino (PT) pediu ao Manoel Caboclo (do PSQ - Partido que Sérgio Quiser) que solicitasse a Previdência qual seria o tamanho do rombo, mas não foi atendido, ainda assim, os vereadores aprovaram o projeto.

É como se você fizesse uma compra para pagar em vinte anos sem saber quanto seria essa compra e nem quanto teria que pagar por mês. Um péssimo negócio, pois isso pode quebrar a Prefeitura por um longo tempo. Como colocou muito bem, Edson Rufino, o Vereador mais competente da Casa: “é o mesmo que assinar um cheque em branco”.

"Para onde foi o dinheiro dos descontos dos servidores?"
O pessoal da direção de Panelas não questionou como sempre. A única voz da oposição que se levantou foi a de Edson Rufino. O que é curioso; porque esse bendito projeto enseja muitas dúvidas e se os grupos de oposição estiverem pensando em ganhar (acho difícil) essa conta vai ficar para eles. Uma dúvida possível que pode ser levantada sobre o malicioso projeto é: Como diabos conseguiram calcular a quantidade das parcelas sem mesurar o tamanho do rombo? Como o Projeto de Lei pode ter sido aprovado sem saber o valor das parcelas? E se não se sabe o valor das parcelas como saber se haverá dinheiro suficiente para pagar? Por fim, tem uma perguntinha que seria bom fazer para variar: Para onde foi o dinheiro dos descontos dos servidores? Será possível que ninguém fica indignado com essas coisas? Inaceitável! Solicitei o nome de cada vereador que votou contra ou a favor do referido Projeto. Veremos quem representa o povo e quem representa os interesses do executivo.

"Não se deve esperar apenas pelas eleições para mudar as coisas. A guerra é eterna e a luta pelo direito é diária."
O cidadão panelense deve ficar atento. Não se deve esperar apenas pelas eleições para mudar as coisas. A guerra é eterna e a luta pelo direito é diária. Vamos lutar cada segundo de nossa vida para que nossos direitos não sejam pisoteados por pessoas sem caráter. É duro saber que as pessoas que tem maior capacidade de conquistar o poder não tem a mesma capacidade para exercê-lo, mas infelizmente é assim a vida. Isso é a vida real. É um pesadelo do qual não é possível acordar. Não estamos sendo enganados pelos políticos, pois esse governo panelense não engana mais ninguém. Quem o defende não é vítima, é cúmplice. Estamos sendo destruídos e aplaudimos isso. Glorificamos quem desgoverna e afunda nossa cidade.

Sérgio Miranda pedala e tenta sair ileso de todo mal que causou no nosso município. Ele vai embora. Nós ficaremos. E com a conta para pagar, de modo que provavelmente os próximos governantes terão que atrasar salário, cortar funcionários etc. Então os cidadãos se lembrarão do prefeito que não atrasava salários sem saber que toda desgraça foi causada por ele. Pedala Sérgio, pedala.

Coluna Política // Por Pierre Logan

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 3680847461481467170

Dica promocional

Dica promocional
Transforme sua TV em Smart

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Edição 2017 da Maratona de Cruzes

Confira o vídeo resumo da reportagem da 34ª Maratona de Cruzes, do principal dia do evento. Realizada a 34ª Maratona de Cruzes, o eve...
continuar

No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Podcast Política

Online agora