O povo de Panelas é burro!

"O sábio corrige primeiro a si mesmo, depois à sua família, depois à sua rua, depois ao seu bairro, depois à sua cidade, depois à sua nação."
Certa vez um político panelense (que não nasceu em Panelas) conversava com alguns amigos que temos em comum e reclamava da forma com que eu escrevia os artigos. Isso aconteceu nos primórdios dessa coluna política. Segundo esse indivíduo “ninguém de Panelas entendia nada” do que eu escrevia. Na época ele me deu bons conselhos: “tem que falar de maneira bem simples, o povo daqui (Panelas) não sabe nem olhar o dicionário”. Não foi com essas palavras, mas foi exatamente isso que ele tentou dizer.

Em outro momento, Sérgio Miranda, na Rádio Agreste FM, afirmou algo ainda mais grave. Segundo ele um dos motivos (ou o principal motivo) para a não realização de concurso público em Panelas era que os “panelenses não tinham condições de passar”. Eu poderia apresentar uns vinte argumentos contrários para provar que, nesse caso, a burrice seria dele, mas o TCE já fez isso e já determinou que esse “gênio” promova concursos na cidade.

Obviamente continuei escrevendo os artigos porque sempre acreditei na inteligência do nosso povo, que na guerra dos cabanos usou essa inteligência para superar as armas e o treinamento dos soldados enviados pelos “políticos” da época. Sérgio não leu porque ele não lê. Os moradores de nossa cidade provaram que eu estava certo; já estamos com mais de 64 (sessenta e quatro) artigos publicados e mais de 70.000 (setenta mil) visualizações, só na coluna política, o que prova que a população de Panelas lê e gosta, assim como os milhares de panelenses que passaram em concursos e moram em outra cidade.

De fato é muita burrice dizer que o povo de Panelas é burro. O problema é que seja com palavras ou com ações os desgovernantes de nossa cidade afirmam isso quase que diariamente. Claro que seria suicídio eleitoral dizer uma coisa dessas em voz alta, é por isso que deixam implícito em seus discursos. Vou dar um exemplo para fins didáticos:

“Manoel Rodrígues dos Santos Neto, pede ao executivo e a Secretaria de infraestrutura que se faça rampas de acesso cadeirantes, na praça da Conceição (em frente a igreja) Cruzes, na praça Cel. Melinho e na Escola Municipal Rui Barbosa, Cruzes.”

Imagem tirada no mês de Setembro/2015 da Câmara de Vereadores de Panelas-PE.
Esse é um trecho da publicação feita pela Câmara de Vereadores de Panelas-PE no Facebook. Isso é ótimo! Concordo plenamente. Isso é Lei e indiscutivelmente justo. Mas lembre-se do mestre Confúcio: "O sábio corrige primeiro a si mesmo, depois à sua família, depois à sua rua, depois ao seu bairro, depois à sua cidade, depois à sua nação." Exatamente por isso acho estranho que a Câmara de Vereadores (que não tem rampa de acesso), tenha pedido para a infraestrutura (que não tem rampa de acesso,  veja foto) resolver tal problema sem dar o exemplo. Só faltou pedir a prefeitura (que não tem rampa de acesso). Esses “detalhes” são cusparadas na cara do povo. Calma que ainda dá para piorar; salvo engano, a Câmara já teve uma rampa para acesso de cadeirantes, mas mandaram demolir. Em breve vão ter (é obrigação) que levantar novamente. Agora adivinhe de onde sai o dinheiro dessa “brincadeirinha”? Pois é, do nosso bolso! Fazem isso, possivelmente, porque acreditam que o povo é burro e não vai perceber. Não vai se indignar.

Veja que com certos atos eles ofendem nossa inteligência muito mais do que com palavras. Não vou citar os outros exemplos porque é tudo muito óbvio e tenho certeza de que o povo entendeu sem se esforçar.

Agora é importante saber que o TCE exigiu que o atual gestor promovesse concursos públicos na cidade e, inclusive, declarou que contratações temporárias seriam consideradas ilegais, ou seja, mesmo contra a vontade o executivo (seja com a formação atual ou a próxima) terá, obrigatoriamente, que realizar essas provas. De modo que o povo de Panelas já pode começar a se preparar ainda mais para passar e mostrar que: ao contrário de uma grande parte dos políticos do nosso município, o povo de Panelas não é burro!

Músico compositor, Bacharelando em Direito
 e Estudante de Ciência Política.

“Manoel Rodrígues dos Santos Neto, pede ao executivo e a Secretaria de infraestrutura que se faça rampas de acesso cadeirantes, na praça da Conceição (em frente a igreja) Cruzes, na praça Cel. Melinho e na Escola Municipal Rui Barbosa, Cruzes.”

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 2358432633499674780

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

Promoção

Promoção
“GANHE R$50 OFF” ou MAIS, não perca essa promoção!

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora