Um festival para jerico nenhum botar defeito

“Tem jegue na pista!”
Opa! Hora da corrida dos jericos que querem começar a campanha eleitoral do ano que vem inaugurando obras. Lembram que o grupelho do prefeito resolveu fazer greve e fechar a BR – 104? Lembram que jogaram a culpa na COMPESA e no governador Eduardo Campos? Então, agora colocam o nome dele na praça que tem uma linda fonte (e depois o doido sou eu). Chamam o filho do ex-culpado (?) pela seca, que se junta com os que prometeram uma adutora, inauguram uma praça no meio de uma corrida de jegue e depois da inauguração fecham a praça para ninguém inaugurar (?). Realmente não deve ter sido fácil para quem passa por um racionamento de uns 10 (dez) dias sem água ver a fonte vazando. Deve ter algum político com formação em engenharia em Panelas, mas não foi eleito.

O nome desse artigo poderia ser “festival nacional de micos”. Precisamos ensinar às crianças que, se um dia seguirem carreira política, devem cuidar da manutenção das praças para não terem que destruir uma praça e construir outra praça no lugar. Olha, só contratando um programa de humor mesmo. Sorria, você está sendo ferrado!

Vamos esquecer que não houve Praça nesse Festival e lembrar que o 42° Festival deveria ser o 43°; só não foi porque Sérgio Miranda cancelou a festa de 2013 por causa da seca que, naquele ano, era culpa do homenageado desse ano (vai entender). É aquela velha história do: “ele morreu, agora podemos falar bem dele”. Percebeu como a praça e a festa estão atreladas historicamente? Em 2013 não teve festa e a culpa era do Eduardo Campos. Em 2015 não teve Praça Eduardo Campos (foi inaugurada e em seguida interditada), mas teve festa. Pode até ser ironia, mas dessa vez não fui eu que a usei.

Outra coisa que precisa ser dita é que a praça foi demolida no início da campanha eleitoral do ano passado. Vão dizer que só sei falar mal, entretanto, não precisam se preocupar, pois já tem muita gente para puxar o saco e mostrar a parte “boa” da festa. Estou aqui para equilibrar as coisas.

“Tem jegue na pista!” e já estão correndo atrás do seu voto. Ano que vem teremos Festival Nacional e Praça, pois em ano eleitoral eles sempre olham para o povo com mais carinho. Sérgio terá que ceder espaço para alguém governar e da ultima vez que ele fez isso; Panelas, em quatro anos, ganhou uma escola de referência, o CEED, sinal de celular e outras coisas importantes que ele não teve capacidade de fazer em 10 anos. Que vergonha!

Caminhamos para o fim dessa breve explanação de motivos que provam que “em terra de jerico quem dá mais coice é rei”. O problema da seca não foi resolvido, Eduardo Campos não é mais culpado, o prefeito já pode declarar culpa exclusiva da COMPESA, o Festival Nacional de Jericos acontecerá ano que vem mesmo que a seca seja pior que a de 2013 e o filho do de cujos talvez se candidate a algum cargo. Eu disse “talvez”?

Tirando tudo isso, as puxadas de saco, as inaugurações sem discurso, a interdição da inauguração, a presença ilustre de pessoas que não são ilustres, o besteirol, a conversa afiada e as caminhas políticas... A festa foi linda! Os artistas da terra mandaram muito bem. Petrúcio Amorim foi magnífico, como sempre. E espero que semana que vem eu possa assistir o prefeito de Panelas no lugar dele que, a meu ver, é em um programa de humor.

Por Pierre Logan

Protesto na BR 104 em 2013 - entrada de Panelas-PE

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 3770591333605181499

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

Ótimas ofertas

Ótimas ofertas
Artigos esportivos e mais

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programação da Maratona de Cruzes 2017

Divulgada a programação oficial da 34ª Maratona de Cruzes. A festa será realizada nos dias 24, 25 e 26 de Novembro. Programação da 34ª Mar...
continuar

Associado


No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Online agora