Doação de terreno em Panelas (adquira já o seu)

Você que é empresário ou microempresário já pode parar de pagar aluguel em Panelas, mas primeiro...

Não pretendo, com esses artigos, desmerecer o trabalho sério de ninguém; no entanto, as ações de certa gentalha que ascendeu na carreira política para aproveitar-se das vantagens e lucrar com a desgraça do povo que é carente de muita coisa, inclusive, e, principalmente, de representação digna, estão me deixando cada vez mais incomodado. O projeto que o chefe do executivo enviou para os vereadores, juntamente com um pedido de urgência de aprovação, é mais que uma confissão de esquizofrenia política, é uma prova de que ele não sabe nada sobre o cargo que ocupa há anos.

Muita coisa acontece de errado em nosso município. Temos açude aterrado, praças destruídas, obras que não começam e quando começam; nunca terminam, prefeito que não mora na cidade e quase nunca aparece, alguns vereadores que só sabem dizer: “sim, prefeito, como o senhor quiser” e um “líder” de oposição (Lourinho) que não faz oposição, não aparece para questionar, não busca acompanhar e se acompanha faz isso de forma latente, o que não combina com a postura de um líder, e agora temos doação de terreno público para empresa privada sem licitação.

Não estou dizendo que doar terreno para que uma empresa se instale e gere mais renda para população seja algo ruim, o que estou questionando é: por que justamente essa empresa? Qual foi o critério utilizado para escolher justamente a Mila (nome de fantasia)? Por que não outra? Por que esta foi abençoada no meio de tantas outras? Dei uma olhada no Cadastro Social de Pessoa jurídica dessa abençoada empresa e percebi que ela tem o código 213-5 (empresário individual), o que nos leva ao ponto de que ela não pode gerar emprego porque não pode contratar funcionários. Ainda que fosse uma MEI (micro empreendedor individual) poderia contratar apenas um. Mas digamos que seja mesmo uma EPP (Empresa de Pequeno Porte) e que possa contratar 200 funcionários ou mais.

Já que a prefeitura está doando terreno sem licitação, então ela pode doar para você, empresário panelense, que precisa expandir seu negócio. Se as pessoas querem investir em um negócio já podem parar de pagar aluguel no centro, pois a prefeitura doa terreno sem burocracia, já que envia um projeto para câmara, pede urgência e os vereadores da situação aprovam (muitas vezes sem ler).

Lembrem que isso não será um fato isolado. A partir do momento que esta empresa for beneficiada por um projeto aprovado pela Câmara Municipal, ela abre precedentes para qualquer outra.

Na ultima reunião (27/03/2015), o vereador Edson Rufino exigiu que apresentassem o contrato social, as certidões negativas da Fazenda Nacional, Estadual e Municipal (de Cupira) e acrescentou uma cláusula que prevê a devolução do terreno para o poder Público Municipal, no caso de não cumprimento do que foi estipulado no contrato. Enquanto os outros vereadores sorriam, conversavam, e olhavam o celular; Edson Rufino lutava, discutia e dava aula de competência e determinação.
"Essa justificativa se faz necessária para resguardar o patrimônio público". (Edson Rufino)
Muitas vezes critiquei a oposição panelense pela passividade, mas Edson Rufino merece reconhecimento. Levantou a voz, pesquisou, apresentou argumentos, documentos, criticou, acrescentou ideias e fez o que todos os vereadores deveriam fazer. Esse vereador anunciou recentemente que pretende sair da vida política, eu digo que ele deve se candidatar a prefeito.

Não há outro nome na oposição que tenha capacidade e história para honrar o povo de Panelas. Não há outro nome na oposição que tenha feito tantas denuncias; tantas lutas, tantas batalhas vencidas e perdidas e que continue de pé, como o Dr. Edson Rufino. Esqueçam Lourinho ou qualquer outro nome que se coloque a disposição para não fazer nada. Convoquem o único homem que está a altura e que merece estar a frente da oposição do município de Panelas.

Enquanto isso não acontece aguarde seu terreno, pequeno empresário, pois não há motivo e nem justificativa para doar um terreno para “A” e não doar para “B”. Não há como aprovar a doação de um terreno para MIla e reprovar a doação de um terreno para você, ou para mim, ou para quem quer que seja. Como falei: é um precedente! Abre as portas para doações em massa. Os empreendedores, microempreendedores e até os grandes empreendedores terão seu lugar garantido nos próximos projetos do executivo. Sem burocracia, sem licitação, apenas com a ordem do prefeito do município, que não mora no município, que não nasceu no município, que doa terreno para empresa de outro município, mas que sabe o que e melhor para nosso município.

Terreno para todos os empresários do Brasil (em Panelas) e Lourinho para fora da liderança da oposição. Podem até dizer que estou errado, mas não podem dizer que Lourinho está certo, pois se estivesse não estaria com uma bagagem tão grande de derrotas. Terreno para Lourinho abrir uma empresa também, pois política não é para ele.

Por Pierre Logan

Vereadores de Panelas discutem projeto que doa terreno para empresa de Cupira-PE

Veja mais publicações sugeridas para você

Opinião 2230186410141965337

Postar um comentário

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

SEJA INTELIGENTE!

SEJA INTELIGENTE!
"A leitura é para a mente o que o exercício é para o corpo" (Joseph Addison)

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

AS DÍVIDAS DE SÉRGIO MIRANDA

Antes que algum fanático desinformado apareça dizendo que estou mentindo, segue os links do site oficial do Tribunal de contas do Estad...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

Panelas Pernambuco Podcast

No facebook

Online agora