Permanecer no erro é burrice?

Publicado em 08/09/2014 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-
Crescemos ouvindo pessoas dizendo que não existe ninguém burro no mundo. Outro ditado popular nos alerta que “permanecer no erro é burrice”. Nunca entendi o porquê de atribuir essa palavra (burro) às pessoas que não sabem das coisas. Ultimamente ficou comum chamar políticos de burros, mas vamos respeitar os animais, afinal, os nossos amigos jericos são tão trabalhadores, não é?

O atual prefeito de Panelas-PE já cometeu muitos erros em sua vida política. Erros que se repetem e se repetem e continuam se repetindo sem que o mesmo se dê conta de que permanece no erro e suja a imagem do município, não só com entulho, mas com a impressão de que o atual gestor do nosso ex-lindo município não tem capacidade nem para plantar grama.

Visto que a praça está sendo transformada em um lugar “útil”, esse exemplo será seguido por todos os prefeitos do Brasil. Imagine a Praça da Sé sendo destruída e transformada em um grande estacionamento. Quem já foi em Brasília sabe que a praça dos três poderes só ocupa espaço com todo aquele espaço vago (lógica do sergianismo), mas é o Cristo Redentor que deve incomodar mais os novos ditadores: Todo aquele espaço aéreo perdido para uma estátua que não serve para nada. O parque do Ibirapuera então será o estacionamento mais moderno de São Paulo.

Parece que estou só ironizando, mas é mais do que isso. Se você quer deixar uma praça ainda mais útil, você deve estalar parques para crianças, tabuleiros de dama ou de xadrez para os jovens e adultos. Se você quer deixar uma praça ainda mais útil terá que investir em projetos que façam com que as pessoas queiram estar nessa praça. Jogar veneno nas plantas, não regá-las e colocar um estacionamento no lugar, apenas a transformará em um estacionamento, nunca dará utilidade a ela.

“Um sábio aprende muito com uma pergunta tola, mas um tolo não aprende nada com uma resposta sábia”, ou seja, conselhinho inútil esse meu. Pois é, não aceitar um conselho meu é uma coisa, mas não ouvir o Tribunal de Contas do Estado é mais do que permanecer no erro, é outra coisa.

A auditora substituta, Alda Magalhães, apontou muitas irregularidades na prestação de contas do atual gestor do município de Panelas (TC n° 1240219-9). Entre várias irregularidades vou citar apenas as que se repetem a uns 10 (dez) anos, não para ironizar, mas para usar como exemplo prático do que é permanecer no erro. Não é a primeira vez que rejeitam as contas do prefeito e dizem que o mínimo exigido pela constituição, para aplicação de impostos na educação é de 25%, mas parece que o cara não entendeu (permaneceu no erro) e aplicou míseros 16, 14%. Esse cidadão não entendeu que se deve aplicar 60% dos recursos do FUNDEB na remuneração dos professores. Antes que você me diga que estou me repetindo; esse parecer prévio foi dado no dia 19 de agosto de 2014 e o voto da auditora foi aprovado por unanimidade (Novamente).

Já faz milhões de anos que todos dizem que “tem gente de mais nessa prefeitura”, mas, como sempre, o cara não escuta os alvitres de pessoas como você, caro leitor, ou como eu. E o atual gestor do município de Panelas, Sérgio Miranda, contratou 773 pessoas, temporariamente (é claro), para prestar serviço ao município. No entanto, o conselheiro e relator do processo, Dirceu Rodolfo, julgou essas contratações irregulares e a segunda câmara do TCE indeferiu o pedido. Como o prefeito não comprovou “excepcional interesse público” para realizar as benditas contratações; recebeu uma multa simbólica de R$ 6.000,00.

No primeiro vídeo da Revolução Cultural Panelense eu avisei que deveria fazer concurso público, mas ele “bateu o pé” e permaneceu no erro. Como resultado de sua teimosia (síndrome do sergianismo) o relatório da auditoria mostrou que o ultimo concurso público da Prefeitura de Panelas foi realizado em 11 de junho de 1998 e que, “houve tempo hábil” para fazer novos concursos públicos. Segundo Dirceu Rodolfo, “a prefeitura foi alertada pelo fato de estar gastando mais de 90% de sua receita corrente e líquida com sua folha de pessoal e não adotou as medidas para a redução de gastos” (Não foi por falta de aviso).

Para quem acha que é difícil entender sobre a aplicação dos recursos do FUNDEB, faça uma leitura da lei 11.494 de junho de 2007, Artigo 1°, inciso II e artigo 2° desta mesma lei. Verá como é tudo muito claro e só não é seguida por teimosia de prefeitinho malacustumado (neologismo). Lembrando que o episódio dos 773 funcionários, “sugeridos” por essa figura da teimosia, aconteceu dia 02 de Setembro de 2014, isso mesmo: Semana passada.

Enquanto isso, os vereadores não vão trabalhar ou pelo menos não foram na quinta-feira passada, isso mesmo, mais uma vez (ver Vereadores S/A: quem nos representa). Dói ver Panelas nessa situação. Dói ver gente inteligente sofrendo nas mãos de pessoas tão desprovidas de inteligência. Panelas está repleta de pessoas inteligentes, mas essas não querem se candidatar ou não ligam para política. Assim seguimos sentindo a dor de saber que não são apenas os políticos que permanecem no erro.

 Por Pierre Logan

Veja mais publicações sugeridas para você

Política 5798365909758857160

Postar um comentário

  1. Não tem nada útil com as ideias que esse homem traz a mesa. Um estacionamento. É o melhor que ele poderia sugerir? Não quero chama-lo de burro, mas ele tem certa insistência em fazer a coisa, já sabendo que está errado e que vai dar errado.

    ResponderExcluir

Os comentários ou recados neste site refletem tão somente a opinião do autor do mesmo. Seja ético e não publique spam.

emo-but-icon

Ótimas ofertas

Ótimas ofertas
Artigos esportivos e mais

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programação da Maratona de Cruzes 2017

Divulgada a programação oficial da 34ª Maratona de Cruzes. A festa será realizada nos dias 24, 25 e 26 de Novembro. Programação da 34ª Mar...
continuar

Associado


No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Online agora