GOVERNO DE PERNAMBUCO ABRE 6.492 VAGAS TEMPORÁRIAS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

A Secretaria de Educação de Pernambuco está reeditando o Projeto “Aprender Mais”, que fornece oportunidade de aprendizagem para estudantes...

Publicado em 16/08/2011
A+ A-


A Secretaria de Educação de Pernambuco está reeditando o Projeto “Aprender Mais”, que fornece oportunidade de aprendizagem para estudantes do Ensino Fundamental e Médio da rede estadual de ensino. Para isso abriu edital para a contratação temporária de mais de 6.492 profissionais, que já foi publicado no Diário Oficial do Estado. O reforço no quadro de educadores vai beneficiar cerca de 100 mil estudantes, de 870 escolas de todo o Estado.



Do total de profissionais solicitados serão 95 coordenadores regionais, 870 coordenadores de unidade escolar, cinco técnicos de avaliação e monitoramento escolar, 464 professores polivalentes (nível médio) e 5.058 professores de Língua Portuguesa e Matemática (nível superior). Os vencimentos ficam entre R$ 300 e R$ 800. Os interessados podem se inscrever até o dia 20 de agosto, no site da Secretaria de Educação (www.educacao.pe.gov.br). Até o dia 29 de agosto, será divulgado o resultado preliminar. Em seguida, os candidatos terão três dias para recursos, que devem ser entregues às 17 Gerências Regionais de Educação.
 Até o dia 02 de setembro, o resultado final será divulgado e homologado. As aulas do Aprender Mais iniciam-se no dia 10 de setembro. O projeto oferecerá, aos sábados, aulas de reforço em Língua Portuguesa e Matemática para os estudantes do 5º ano e 8ª série do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio.
A ideia é que, tomando por base as informações do Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco (Saepe) e de um diagnóstico dos estudantes, o professor desenvolva atividades pedagógicas, a partir de dinâmicas de sala de aula que possibilitem ao estudante construir o seu próprio conhecimento.
A problematização de situações didáticas que estimulem a compreensão, interpretação, análise e síntese das novas aprendizagens, priorizando as diferentes linguagens devem ser desenvolvidas com dinâmicas diversificadas, utilizando materiais existentes na escola – jogos pedagógicos, revistas e livros, entre outros. O projeto Aprender Mais, inclusive, elaborou um material de apoio para o professor que pode ser utilizado em sala de aula.
O Aprender Mais está em consonância com a LDB – 9394/96 – Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da Educação Nacional, que estabelece como dever do Estado garantir padrões mínimos de qualidade do ensino e a obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para casos de baixo rendimento escolar, como política educacional. Os professores polivalentes têm uma carga de quatro horas aos sábados e vencimento mensal de R$ 400. Os professores de Língua Portuguesa e Matemática cumprem duas horas também aos sábados e vencimento mensal de R$ 300. Os coordenadores regionais, de unidades escolares e os técnicos de avaliação e monitoramento têm carga de 20 horas/semana, incluindo os sábados, e vencimento mensal de R$ 800.


FONTE: A Voz da Caatinga

Veja mais publicações sugeridas para você

Empregos 9197686964366175939

Ótimas ofertas

Ótimas ofertas
Artigos esportivos e mais

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Programação da Maratona de Cruzes 2017

Divulgada a programação oficial da 34ª Maratona de Cruzes. A festa será realizada nos dias 24, 25 e 26 de Novembro. Programação da 34ª Mar...
continuar

Associado


No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Online agora