FESTA JUNINA: A História de uma tradição

Publicado em 24/06/2011 | Da Redação do Panelaspernambuco.com
A+ A-
A história, origem e tradicões da festa junina que faz a alegria da maioria da população durante todo o mês de junho.

A História de uma tradição
Fonte da imagem: luamusic.com.br

Origem da Festa Junina

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrentes durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. Pois no princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

A Festa Junina na Região Nordeste

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas, que servem para manter a agricultura.
"Na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão"

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

Festas Juninas, as tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, por causa dos riscos de incêndio que representam.

Outra questão que quase ninguém menciona é o desmatamento e a poluição do ar causado pelas fogueiras tradicionais do mês junino. E um pouco de conscientização sobre essas questões de meio ambiente deixaria a festa com conseqüências menos trágicas. No entanto, isso não estraga a festa da população.

A festa dura o mês de junho todo, e alguns recordam no mês de julho com eventos e festas. O dia principal 23 de junho (dia de Corpus Christi e véspera de São João) se tornou até feriado nacional. Essa é mais uma tradição, não originada do Brasil, mas aqui ganhou força e faz a alegria da maioria da população.
Fonte da Pesquisa:  Suapesquisa.com

Veja mais publicações sugeridas para você

História 1250211109927189648

Dica promocional

Dica promocional
Transforme sua TV em Smart

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Edição 2017 da Maratona de Cruzes

Confira o vídeo resumo da reportagem da 34ª Maratona de Cruzes, do principal dia do evento. Realizada a 34ª Maratona de Cruzes, o eve...
continuar

No facebook

RECEBA ATUALIZAÇÕES

Podcast Política

Online agora