CONFIRA OS PREMIADOS DO TROFEU LANCE FINAL 2011

O primeiro prêmio da noite homenageou o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Carlos Alberto Oliveira. Ele está no comand...

Publicado em 17/05/2011
A+ A-
O primeiro prêmio da noite homenageou o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Carlos Alberto Oliveira. Ele está no comando da FPF desde 1994 e esteve à frente de todos os recordes que o Campeonato Pernambucano atingiu este ano.


O Estadual de 2011 foi de fato especial para Pernambuco e para o Brasil. Foram nos estádios pernambucanos que as torcidas bateram todos os recordes. Com mais de 1 milhão de torcedores, o Pernambucano deste ano ganhou destaque na mídia nacional. Além disso, esta edição entra para a história como a mais emocionante.

Como forma de reconhecimento pelo desempenho, Carlos Alberto Oliveira recebeu o troféu das mãos do diretor regional da Globo Nordeste, Celso Coli. “Quero agradecer e como forma de agradecimento a essa empresa amiga, correta, leal do futebol pernambucano, quero anunciar que o nome do troféu do próximo campeonato será Troféu Globo Nordeste”, disse.

O destaque da noite foi o atacante Paulista, que defende o Porto e assinou contrato com o Sport. Ele também ficou com três troféus: artilheiro, jogador revelação e atacante da seleção do Pernambucano.

TROFÉU J. RAPOSO
A segunda homenagem da noite foi para o técnico Reynaldo Nikita, campeão brasileiro e sulamericano de natação e responsável por formar atletas há 40 anos. Ele recebeu o Troféu Jota Raposo, que leva o nome do idealizador da festa, das mãos das nadadoras Etiene Medeiros e Adriana Salazar. “Quero agradecer essa homenagem sincera e dizer que lutamos desde 1961. Ou seja, há 50 anos. Agora, desde 1971 luto como técnico, enfrentando muitas dificuldades”, afirmou.

GOL DO POVO
A disputa pelo gol mais bonito do Campeonato Pernambucano foi vencida pelo Santa Cruz. Ao todo foram 362 gols durante todo o Campeonato. E a escolha foi dura. Durante quatro meses, mais de 100 mil pessoas votaram pela internet e pelo telefone. E o grande vencedor foi o atacante coral Gilberto, com o gol marcado contra o Porto, com 42,6% dos votos.

ARTILHEIRO
O quarto prêmio da noite já não era surpresa. Com 15 gols anotados, o atacante do Porto, Paulista, foi o artilheiro do Campeonato Pernambucano e faturou um título para o interior. Ele subiu ao palco acompanhado da prima para receber o troféu.

REVELAÇÃO
Logo em seguida, Paulista voltou ao palco para receber mais um prêmio. Agora, como jogador revelação do Campeonato Pernambucano. Ao receber o troféu, Rembrandt Júnior lembrou que o atacante foi gandula na Ilha do Retiro e hoje se tornou um dos principais jogadores da competição.

ARBITRAGEM
A difícil tarefa de apitar um jogo de futebol também valeu prêmios. O Troféu Lance Final elegeu como o melhor árbitro da competição Emerson Sobral. Os melhores assistentes foram: Erich Bandeira e Ubirajara Ferraz. O trio recebeu o prêmio das mãos do ex-árbitro da Fifa, Sebastião Rufino.

SELEÇÃO
Um dos prêmios mais aguardados da noite foi justamente a formação da seleção do Campeonato Pernambucano. E o Santa Cruz foi maioria na lista. Os melhores da competição foram eleitos por um time de cronistas desportivos do estado. A formação foi a seguinte:

Goleiro: Tiago Cardoso (Santa Cruz)
Lateral-direito: Roma (América)
Zagueiros: Leandro Souza e Thiago Matias (Santa Cruz)
Lateral-esquerdo: Renatinho (Sana Cruz)
Volantes: Hamilton (Sport) e Everton (Náutico)
Meias: Marcelinho Paraíba (Sport) e Weslley (Santa Cruz)
Atacantes: Gilberto (Santa Cruz) e Paulista (Porto)

TÉCNICO
E para comandar essa seleção de craques, o melhor treinador do Campeonato. O título ficou com Zé Teodoro, responsável por formar e liderar o Santa Cruz na conquista do Pernambucano, título que o clube não levantava desde 2005. Com um orçamento apertado e a dificuldade de disputar uma Série D, o treinador conseguiu garimpar talentos e reinventar a categoria de base coral.

CRAQUE
O último prêmio da noite também foi o mais aguardado: o de Craque do Pernambucano. Além do troféu, o vencedor levou para casa um carro 0km. E mais uma vez brilharam as cores vermelha, branca e preta e o título ficou com o goleiro Tiago Cardoso.

Ao todo, foram 24 jogadores – dois de cada time – escolhidos numa votação popular pela internet e por urnas da Rede Globo Nordeste que percorreram cidades do interior representadas na competição. Após 80 mil votos, a lista com os selecionados foi entregue a uma seleção de cronistas que escolheram o vencedor.

Feliz e nervoso ao mesmo tempo, o goleiro comemorou muito a indicação. “Estou tremendo. É mais fácil com 60 mil no Arruda, mas quero agradecer muito. Como jogador do Santa Cruz é até difícil falar isso, mas recebi muito apoio também dos torcedores do Sport e do Náutico e isso me deixou muito feliz. Meus companheiros e algumas pessoas na rua diziam que eu seria craque, mas eu só acreditei agora com o troféu nas mãos”, afirmou o goleiro.

MÚSICA
O futebol que tanto desperta paixões também foi imortalizado fora dos gramados. O esporte mais popular do País inspirou músicas que ultrapassaram os limites dos estádios. E elas não poderiam ficar fora da festa do Troféu Lance Final.

A primeira a subir no palco é considerada um craque. No piano. Krystal do Espírito Santo executou o hino de Pernambuco. A partir daí, o futebol tomou conta dos microfones. O vocalista Canibal foi de ‘Eu quero ver gol”; seguido por Gerlane Lops com “Gol anulado”, Maciel Melo com “Siri jogando bola”, Ortinho com Umbararauma”, de Jorge Benjor, e Geraldo Maia com “O futebol”. A orquestra regida pelo Maestro Spok fechou a noite com “Fio maravilha”, também de Jorge Benjor.


FONTE: PE360GRAUS

Veja mais publicações sugeridas para você

Esportes 6627984064017307715

LIVE: Reunião Legislativa 19/10

PUBLICAÇÃO SUGERIDA

Fim da Zona Eleitoral de Panelas

Juiz Eleitoral de Panelas-PE comunica o encerramento da 49ª Zona Eleitoral do Estado de Pernambuco. O Excelentíssimo Senhor Juiz El...
continuar

Associado


RECEBA ATUALIZAÇÕES

No facebook

Online agora